29/09/20
°/°
Mudança de temperatura

Dengue apresenta sinais de redução no Paraná, aponta a Sesa

O boletim quinzenal da dengue divulgado nesta terça-feira (30) pela Secretaria da Saúde do Paraná apresenta sinais de redução dos índices da doença no estado.

Divulgação
Divulgação


Quatro municípios tiveram autoctonia excluída nesta publicação, ou seja, deixaram de apresentam casos com origem no próprio município. As cidades são Céu Azul, Engenheiro Beltrão, Icaraíma e Paranavaí.

A mudança na temperatura é um dos fatores que influenciam neste resultado; com a chegada dos dias frios o mosquito transmissor da dengue diminui a circulação e assim a proliferação fica atenuada.

Outro fator avaliado é o balanço das atividades de combate realizadas pelos municípios, por meio das regionais de saúde e sob coordenação da Vigilância Ambiental da Sesa. Cerca de 70 cidades receberam ações para remoção técnica dos criadouros, com participação de equipes de profissionais da própria secretaria estadual. Além disso, a secretaria realizou capacitações em vários municípios, tanto para a eliminação de grandes focos, como de manejo clínico a doença.

Entre fevereiro e junho, o Governo do Estado fez o aporte de mais de R$ 7 milhões beneficiando 216 municípios nas ações de ações de combate á dengue. "Mesmo durante o difícil enfrentamento da Covid-19 e mesmo com a chegada do inverno vamos manter as atividades que visam acabar com a dengue. A dengue segue como uma das maiores preocupações do estado”, disse o secretário da Saúde do Paraná, Beto Preto.

Os repasses foram oficializados pelas resoluções 782, 190, 227 e 345, publicadas em Diário Oficial do Estado.

"Todos temos que seguir vigilantes quanto ao mosquito Aedes Aegypti; este é uma apelo que fazemos à população, precisamos acabar com os criadouros da dengue pois ainda registra milhares de casos e cerca de 90% dos criadouros estão nos domicílios”, salientou o secretário.

Dados – O boletim quinzenal totaliza 217.891 casos no período, com início do monitoramento no final de julho do ano passado.

São 5.817 casos a mais que o informe anterior divulgado há 15 dias; 243 cidades estão em epidemia e 30 em situação de alerta para a dengue.

Nove óbitos que estavam em investigação entre fevereiro e maio foram confirmados no novo informe. Agora são 157 mortes confirmadas por dengue no período.

Três óbitos foram de moradores de Maringá, dois homens, um de 89 anos, portador de doença autoimune, e outro de 81 anos, sem comorbidade, e uma mulher de 63 anos, com hipertensão e artrite reumatóide. Um óbito foi em Foz do Iguaçu, homem de 68 anos com hipertensão e diabetes; um em Cascavel, mulher de 66 anos, também com hipertensão e diabetes; um em Francisco Alves, mulher de 61 anos, com hipertensão, diabetes e insuficiência cardíaca; um em Ibiporã, mulher de 70 anos, com hipertensão; um em Marechal Cândido Rondon, mulher de 34 anos, com doença crônica do fígado ; e um óbito em Ubiratã, mulher de 29 anos, portadora de diabetes.
SESA
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Boletim
Arapongas confirma 102º óbito por Covid-19; 4.275 casos
28 SET 2020 às 21h18
253 mortes no total
Com 113 novos diagnósticos, Londrina passa os 10 mil casos de Covid-19
28 SET 2020 às 18h24
Confira o boletim
Paraná confirma 20 mortes e 832 casos de Covid-19 nesta segunda-feira
28 SET 2020 às 16h56
Boletim da pandemia
Maringá registra duas novas mortes e 62 casos de Covid-19
28 SET 2020 às 16h42
Entenda
Tivemos sorte de surto ter começado na China, afirma editor da revista The Lancet
28 SET 2020 às 11h00
Coronavírus
Inflamação crônica e resposta lenta ao vírus levam obesos a maior risco e morte por Covid-19
28 SET 2020 às 10h47
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados