Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Modernização do atendimento

Em expansão, telediagnóstico em dermatologia apresenta bons resultados no Paraná

Redação Bonde com AEN
21 mai 2024 às 15:41
- SESA/AEN
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O Paraná conta com o Núcleo de Telessaúde do Paraná, criado em 2021, para promover o cuidado com a saúde entre todos os níveis de atenção do SUS e fornecer telediagnósticos de dermatologia e eletrocardiograma por intermédio da Oferta Nacional de Telediagnóstico do Ministério da Saúde. 


O telediagnóstico é o diagnóstico feito à distância, no qual os exames são transmitidos por meio da internet para um médico espeialista emitir um laudo, com o objetivo de ser uma opção mais rápida para dar as respostas aos pacientes. No Paraná, começou nos municípios da 1ª Regional de Saúde de Paranaguá e já atende também as cidades da 20ª Regional de Saúde de Toledo.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


No Litoral já foram realizados 1.521 laudos de lesões de pele e 59.828 laudos de eletrocardiograma em Antonina, Guaraqueçaba, Guaratuba, Matinhos, Morretes, Paranaguá e Pontal do Paraná. Cerca de 36% dos casos de lesão de pele avaliadas pelo telediagnóstico foram tratadas nas unidades da APS (Atenção Primária à Saúde), evitando o encaminhamento para uma consulta presencial com dermatologista.

Leia mais:

Imagem de destaque
Inauguração neste sábado

Em Cambé, atendimentos da UBS do Silvino estão interrompidos para mudança de sede

Imagem de destaque
OMS escolhe o dia 24 de junho

No Dia Mundial de Prevenção de Quedas em Idosos, ortopedistas alertam para riscos de acidentes

Imagem de destaque
Sintomas e recomendações

Anvisa emite informe de segurança sobre reações adversas a cosméticos

Imagem de destaque
Facilidade para os pacientes

Cascavel: HU do Oeste retoma cirurgias cardíacas após uma década


O telediagnóstico em eletrocardiograma atualmente é ofertado por 16 serviços de saúde da região. Em casos eletivos o laudo é disponibilizado por cardiologistas em até duas horas e para os casos de urgência a resposta do médico especialista ocorre em até 10 minutos.

Publicidade


O atendimento do telediagnóstico em dermatologia iniciou na 20ª RS em dezembro de 2023, o que permitiu a inclusão dos municípios de Assis Chateaubriand, Diamante d'Oeste, Entre Rios do Oeste, Guaíra, Marechal Cândido Rondon, Maripá, Mercedes, Nova Santa Rosa, Ouro Verde do Oeste, Palotina, Pato Bragado, Quatro Pontes, Santa Helena, São José das Palmeiras, São Pedro do Iguaçu, Terra Roxa, Toledo e Tupãssi.


As unidades que passaram a utilizar essa opção precisaram ofertar para os médicos treinamentos de fotografia das lesões de pele com o equipamento dermatoscópios, além de uma capacitação online relacionada a solicitação de exames de lesão de pele. 

Publicidade


Imagem
Médico de UPA é afastado após negar atestado para mãe cuidar do filho em Cambé
A Prefeitura de Cambé (Região Metropolitana de Londrina) determinou o afastamento de um médico que se negou a dar um atestado de acompanhante para uma mulher que estava com o filho de cinco anos doente e que procurou atendimento na UPA.


O município de Maripá, que conta com cerca de 6.555 habitantes, iniciou os primeiros exames do telediagnóstico em dermatologia na segunda quinzena de abril. Desde então, 11 usuários já foram avaliados por meio da estratégia.


“Em poucos dias com o serviço de  telediagnóstico em dermatologia na nossa região já identificamos um usuário com lesão altamente sugestiva de câncer de pele e encaminhamos para a referência de oncologia na região", explicou a enfermeira Lissa Carlina Haab Konrath Pegoraro, profissional de saúde capacitada para a fotografia das lesões na cidade de Maripá.

Publicidade


Outro município da 20ª Região de Saúde que iniciou os exames foi Assis Chateaubriand, que neste mês cadastrou o primeiro exame no Sistema de Telemedicina e Telessaúde.


Assim, o secretário de Estado de Saúde, Beto Preto, explica que os bons resultados têm motivado a expansão desse serviço para outras regiões do Estado. "Nosso objetivo é levar a saúde para mais perto das pessoas e esse é o exemplo de um serviço que promove a comodidade e praticidade de um diagnóstico seguro já na Atenção Primária, sem precisar que o usuário do SUS espere por uma consulta presencial e se desloque até o serviço de saúde especializado."

Publicidade


A utilização da Telessaúde é uma das estratégias existentes dentro do escopo da Saúde Digital, que utiliza recursos das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação para desenvolver serviços, com o objetivo de facilitar e acelerar o processo de cuidado em todos os níveis do SUS. 


Ações de telessaúde podem correr por meio de teleconsultoria síncrona e/ou assíncrona, teletriagem, teleconsulta, teleinterconsulta, telediagnóstico, telemonitoramento, teleorientação e teleducação.


Ele contribui para a resolubilidade da APS, promove a redução das filas de espera, dos custos, do tempo para atendimentos e diagnósticos especializados, diminui os deslocamentos de grandes distâncias geográficas, melhora a satisfação do usuário e a otimização dos recursos dentro do SUS.


Imagem
Influenciadora de Londrina cobra ampliação de Lei de cão de assistência
Aos 19 anos de idade, a influenciadora e programadora Khadije El Zein, hoje com 27, foi diagnosticada com TEA (Transtorno do Espectro Autista) e TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade).
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade