Pesquisar

Canais

Serviços

- Reprodução/Rock in Rio
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Rock in Rio

Rio de Janeiro: final de semana de muito rock e turismo na capital carioca

Ministério do Turismo
15 set 2017 às 18:27
Continua depois da publicidade

O Rio de Janeiro será a capital mundial do rock a partir desta sexta-feira (15). Até o dia 24 de setembro, 700 mil pessoas invadirão o Parque Olímpico da Barra para curtir um dos maiores festivais da cena musical: o Rock In Rio (RIR) 2017. O evento é um gigante para o turismo brasileiro, responsável pela injeção de R$ 670 milhões na economia da cidade, de acordo com pesquisa da Universidade Federal Fluminense (UFF), e geração de 16 mil empregos diretos e indiretos na capital carioca.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Nesta edição, as apresentações ficam por conta de estrelas internacionais e nacionais como Maroon 5, Bon Jovi, Red Hot Chili Peppers, Skank, Titãs e Capital Inicial, que irão cantar para um público ainda maior que na última edição do evento. Em 2015, 595 mil amantes de música compareceram à Cidade do Rock.

Continua depois da publicidade


Segundo a Empresa de Turismo do Município do Rio de Janeiro (Riotur), 60% do público do Festival é de turistas que desembarcam na cidade especialmente para o RIR. O resultado é o aumento da ocupação de leitos na capital. Dados do Centro de Pesquisa do Rio Convention & Visitors Bureau (RioCeptur), mostram que o setor hoteleiro estima uma ocupação de 90% em razão do RIR, e arrecadará cerca de R$ 74 milhões.


Na família do jornalista brasiliense, Lucas Dias, 22 anos, participar do Rock in Rio é uma experiência transmitida de mãe para filho. "Minha mãe foi ao Rock in Rio, adorou a experiência, e agora é minha vez de participar". Lucas escolheu o show do Red Hot Chili Peppers, que acontece no dia 24 de setembro.

Continua depois da publicidade


Para ele, estar no Festival é realizar um sonho. "Fiquei de plantão no site para comprar meu ingresso antes que se esgotassem. Participarei de shows com artistas que admiro e ainda assistirei outros renomados", explica o jornalista. O brasiliense está entre os turistas que aproveitarão a estadia na capital carioca para visitar pontos turísticos do Rio de Janeiro.


Música também é turismo


Além de trazer diversão e entretenimento aos amantes da música, os festivais movimentam o turismo interno. No Rio de Janeiro, eventos como o Ultra Music Brasil, Mondial de la Biere, Art Rio e Mimo são gigantes que atraem visitantes interessados em diversão e cultura.

Já em São Paulo, uma pesquisa feita pela São Paulo Turismo (SPTuris) apontou que, somente em 2015, o festival Lollapalooza injetou R$ 93 milhões na economia paulistana. Mais da metade do público era representada por turistas do Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina, Minas Gerais, Distrito Federal e interior do estado paulista. Em março de 2017, o Lolla recebeu 190 mil pessoas durante os dois dias de shows.


Continue lendo