Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade

Dia dos povos indígenas (Dois poemas de Isabel Furini)

19 abr 2024 às 08:40
- Imagem gerada pela IA do Bing
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Poemas para crianças. Leitura recomendável: a partir de 8 anos.

Em 19 de abril é comemorado o Dia dos Povos indígenas. Até 2023, a data era comemorada como "O dia do índio", mas era uma nomenclatura preconceituosa. O Dia dos Povo indígenas tenta destacar a diversidade cultural dos povos indígenas brasileiros.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade

É importante comemorar o Dia dos Povos Indígenas.

Leia mais:

Imagem de destaque

O jardim da avó - Poema infantil de Isabel Furini

Imagem de destaque

Tique-taque (Poema infantil de Isabel Furini)

Imagem de destaque

Livrinhos e livrões - Poema infantil de Isabel Furini

Imagem de destaque

Ovos de chocolate - Poema infantil de Isabel Furini

Na continuação dois poemas:

Publicidade

Avó e avô indígenas

Ela faz um colar de sementes,

Publicidade

ele narra histórias diferentes.

Ela planta inhame,

Publicidade

ele pesca no rio.

Os dois estão cansados

Publicidade

de serem invisivéis,

excluídos, ignorados.

Publicidade

Às vezes, à noite,

avôs e avós cantam e bailam

Publicidade

e com suas vozes

e suas danças

acordam a esperança.

Isabel Furini


Lendas indígens

Milhares de histórias

dos Tupi, Guaranís, Xingus

Yanomamis, Kaiowás

de outras tribos.

Lendas da Iara, do Curupira,

do Saci Pereré, da cobra Boitatá

da mandioca, do guaraná.

Curupira é protetor das floresta,

Boitatá é uma cobra de fogo,

Iara é uma bela sereia.

Saci Pereré é um garoto negro

(lenda dos índios guaraní).

O Saci só possui uma perna. 

Ele agitado, travesso

e usa gorro vermelho.

Lindas histórias para contar

e prestigiar a Literatura indígena.

Isabel Furini

Contato:

[email protected]

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade