Pesquisar

Canais

Serviços

eterni.me -
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Empresa cria aplicativo para conversar com mortos.

11 fev 2014 às 12:50
Continua depois da publicidade

Empresa cria aplicativo para conversar com mortos.

Continua depois da publicidade

Pois é Todo mundo quer ir pro céu, mas ninguém quer morrer.

Continua depois da publicidade


Eu não tenho medo de morte, eu apenas não quero estar lá quando isso acontecer. ..E de repente...pufff! Estamos lá...


Os momentos e emoções em nossa vida, que definem como somos vistos pela nossa família e amigos. Todos estes momentos desaparecem lentamente depois que morremos .Até que um dia ... estamos todos esquecidos.

Continua depois da publicidade


Como os seus filhos ou netos vão saber mais sobre você e sua vida? Tudo o que você fez, todos os eventos importantes, aventuras e pensamentos em sua vida seria acessível para as gerações futuras, para quem nunca conheceu você? Como poderíamos ser lembrados pra sempre?


E eu não estou me referindo a Tábua Ouija, criada para ser usada como método da necromancia, é qualquer superfície plana com letras, números ou outros símbolos em que se coloca um indicador móvel, utilizada para comunicação com espíritos nem a popular variante conhecida como a "Brincadeira do Copo" ou o "Jogo do Copo", em que um copo faz as vezes do indicador para as respostas.


Existe um episódio de uma série chamada Black Mirror, de contos de suspense e paranoia, relacionados a tecnologia. Na história da serie, uma mulher perde o marido em um acidente de carro e acaba se inscrevendo em um serviço online que recria uma pessoa virtual ou personalidade do marido falecido usando tudo que ele publicava online. É uma espécie de inteligência artificial que aprende com base nos registros virtuais. A partir daí, a trama se desenrola de maneira não muito feliz, como você pode imaginar, já que o conceito todo é bem assustador.


Veja abaixo:




Pois bem esta tecnologia esta sendo desenvolvida.... Conheça o Eterni.me. um daqueles aplicativos polêmicos que surgem de tempos em tempos para rever nossos conceitos.


O projeto está sendo desenvolvido por estudantes do MIT – Massachusetts Institute of Technology nos Estados Unidos. Conta com oito jovens entre engenheiros e designers.


Olha a turminha abaixo, só faltou o primo Fester Addams:


eterni.me
eterni.me



A empresa Eterni.me recolhe quase tudo o que você cria durante a sua vida, e processa essa enorme quantidade de informações usando complexos algoritmos de inteligência artificial.


Em seguida, ele gera um "você virtual", um avatar que simula a sua personalidade e pode interagir com, e oferecer informações e conselhos para a sua família e amigos depois de você for conversar com São Pedro.


Na prática, usuários do sistema poderão conversar por chat com quem já se foi, um espécie de "Skype do além".


Nesta conversa você pode relembrar viagens, aniversários e qualquer outro momento registrado digitalmente.


Mais do que uma simples conversa de perguntas e respostas, Eterni.me pretende construir uma interação que simule até as emoções da pessoa morta.


Deu ate arrepio na espinha....Esta historinha de médium normal esta ultrapassada...Mãe Dináh que o diga!!!!


Para alguns, talvez. Na realidade, a ideia de um robô alterego tem sido em torno de décadas só uma teoria.


Isto não e tão estranho assim no mundo da tecnologia, Joseph Weizenbaum criou um terapeuta falso chamado Eliza no MIT na década de 1960 , foram feitos testes no programa para ver se eles podem passar para o ser humano , até agora, eles não têm sido muito convincente, mas aumentos de energia do computador e novos desenvolvimentos de dados deve melhorar as coisas.


Criadores Eterni.me dizem que o seu objetivo não é trazer de volta os mortos. Ao contrário, a esperança é de que toda a informação perdida enterrado esquecida por alguém querido pode ser preservado e apresentado aos amigos e familiares através de uma interface. "Estamos muito conscientes de que não estamos criando um clone digital ou nada assustador, " Eterni.me diz o CEO Marius Ursache , "é apenas uma interface para acessar memórias. "


Pode parecer estranha inicialmente esta noção de que estamos de alguma forma capazes de transcender a morte e viver em nossas palavras e memorias.


Será esta nossa realidade futura? Permitir que os usuários interajam com os membros da família ou amigos falecidos por meio de algoritmos complexos e tecnologia de Inteligência Artificial que cria conversas e revive álbuns de fotos online e eventos de vida?


Eterni.me promete aos usuários que seu serviço vai ajudar a manter o legado de uma pessoa em um ambiente digital por um longo depois de você "esticar as canelas".


Para optar pelo serviço, os usuários poderiam começar a compilar e alimentando informações para Eterni.me enquanto eles ainda estão vivos , por Instagram, Facebook , Twitter, e até mesmo mensagens de vídeo e fotos. A empresa conta com códigos criptografados para evitar violações de segurança ao armazenar os dados e continuar a cobrá-lo até que a pessoa vá dessa para melhor.


Ursache prevê que a empresa cobre uma taxa mensal para construir o seu perfil, mas não descobriu quem assumiria os custos , uma vez que uma pessoa morreu . "Nós não sabemos quem assumiria encargos. No estágio atual , é muito cedo para discutir sobre isso, porque ele ainda está em uma versão muito primitiva " , disse ele.


Pode parecer assustador para algumas pessoas, mas isso vai acontecer de qualquer maneira ", disse o Ursache . "A questão é quando e como. "


Apesar de estar em fase beta e sem previsão de lançamento para o público, o site Eterni.me recebeu cerca de 1,3 mil registros em seu site nas primeiras 24 horas de publicação.


E dai?Quer se tornar imortal?


O app Eterni.me ainda não foi lançado, mas você pode cadastrar seu e-mail pelo site. Assim que a novidade ficar disponível você receberá mais informações sobre a aplicação. Clique AQUI para fazer seu cadastro.


Fonte:
Eterni.me
Boston Magazine


Gostou da matéria? Vai se cadastrar no aplicativo? Comente sua opinião abaixo.


Seja o primeiro a compartilhar com seus amigos esta matéria no Facebook.


Curta nossa pagina AQUI e fique por dentro de reportagens futuras.

Vera Moraes
www.enterx.com.br


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade