Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade

Amizade e amigo - Crônica de Flávio Madalosso Vieira

14 fev 2024 às 08:57
- Imagem gerada pela IA do Bing
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

AMIZADE E AMIGO


O Sol vai surgindo por detrás das colinas verdejantes de Uvaranas, na radiante e ensolarada manhã de fevereiro. Apesar de o vento e do clima mais ameno, a manhã de hoje é linda e o dia promete ser tão agradável quanto o de ontem, com o Sol a iluminar fartamente o nosso verão um tanto quanto rigoroso e senegalês. A situação imposta pela estação sazonal é mais forte, mas tudo faz parte da vida, do cotidiano das pessoas, inclusive a convivência e a busca por melhores condições de vida. Um humano depende de outro, sempre, independente das condições de cada um e se houver afinidade, melhor, pois tudo fica mais fácil.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade

É neste particular que centralizamos a nossa atenção, referindo-nos ao quatorze de fevereiro, data reservada ao "Dia da Amizade", mas preferimos homenagear o "amigo", que é a razão da efeméride.

Leia mais:

Imagem de destaque

Dia dos povos indígenas

Imagem de destaque

Ódio - Miniconto de Araceli Otamendi

Imagem de destaque

Sem dúvidas - Conto de Graciela Pucci

Imagem de destaque

As coxas de Hermínia (Conto de Wanderlino Teixeira Leite Netto)

Poderíamos arrolar nesta página, e em muitas outras em sequência, com nomes de pessoas com quem temos um relacionamento afetivo, seja no lar, na família, no bairro, na escola, nos locais de lazer, nos grupos culturais, mas se o fizermos fatalmente estaríamos esquecendo alguém, pois são muitos e a memória insuficiente para indicar de imediato todos aqueles que nos são caros.

Publicidade

Claro é que temos algumas preferências, por simples questão de afinidade ou de laços de união mais estreitos, mas mesmo assim a citação de nomes se torna difícil.

Ao lembrarmos esta data tão significativa, temos em mente a necessidade da convivência com pessoas que nem sempre têm as mesmas preferências que nós, nem sempre têm os mesmos gostos ou as mesmas ideias, ideologias ou formas de ver as coisas do dia a dia, mas sempre têm algo de bom para nos dizer, um novo ânimo, uma maneira diferente de nos tratar, algo que nos faz sentir bem e ver a vida de forma diferente.

Publicidade

É muito difícil definir amizade ou amigo, mas sempre é necessário saber mantê-los, não por obrigação ou pela possibilidade de precisar deles algum dia (isto não seria uma amizade sincera), mas pela nossa própria carência de termos com quem contar e conviver, de cúmplice, de conivência, de confidência, de quem nos queira bem e que pense em nós com carinho e com saudade, com respeito, consideração e reciprocidade, vendo sempre coisas boas em nossas atitudes e buscando entender as nossas ações.

Então, falamos daqueles de quem lembramos todos os dias, para homenageá-los, para agradecer a oportunidade de poder dizer que temos amigos em muitos quadrantes do planeta. E são muitos, alguns distantes no tempo, outros afastados por questões profissionais ou de afazeres, outros, ainda, próximos no espaço mas longe no tempo, alguns já em outra dimensão, mas todos dentro do coração agradecido e, mesmo que não leiam estas palavras, por certo sentirão as vibrações positivas da amizade que nutrimos e que tanto valor damos.

Publicidade

Assim, mesmo achando pouco, dizemos "Bom-dia, amigos!” e agradecemos a Deus pela benesse da amizade que, associada ao amor, é o mais nobre dos sentimentos.

Prof. Ms. Flávio Madalosso Vieira 

Mestre em Ensino de Ciência e Tecnologia UTFPR/PG 

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade