Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Poético Dia dos Namorados

12 jun 2024 às 08:36
- Imagem gerada pela IA do Bing
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade


Na filosofia platônica aparecem vários discursos sobre o amor. O amor passional, é opressor e tirânico. Domina o ser humano. O deixa cego. No Fedro, Platão, fala do amor que não escraviza, de amor submetido a harmonia. Esse amor liberta. Fala também do amor incontrolável, dominador, que é paixão e é fogo. Esse  tipo de amor escraviza, faz perder a razão. 

No Fedro também é abordada a relação entre o amor e a beleza, e os aspectos da alma: a racionalidade, a emoção, os instintos. O ser humano muitas vezes age sob o império das emoções. A impulsividade, a irracionalidade estão presentes no amor passional.  Esse amor já inspirou e inspira poetas e artistas. 

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade

Hoje, 12 de junho, Dia dos Namorados, é um belo dia para poetizar o amor. Na continuação cinco poemas de amor para comemorar a data poeticamente. Escolhemos poemas de amor do  Atilio Andrade, Isabel Furini, Daniel Mauricio, Decio Romano e Solange Chemin Rosenmann.

Leia mais:

Imagem de destaque

O Mundo da Literatura e os Pirilampos de Ouro (Ensaio de Isabel Furini)

Imagem de destaque

Comentário sobre o livro Dançando entre as estrelas

Imagem de destaque

Dois caipiras em Colombo - Um roteiro que enaltece a cidade

Imagem de destaque

Entrevista com a artista e poeta Vanice Zimerman

O amor recicladoAtilio Andrade

Publicidade

A alegria era tanta

Restou-lhe

Publicidade

Um montão de beijos

Por cinco latinhas

Publicidade

Vazias…

Atilio Andrade é acadêmico da AVIPAF

Publicidade

*

Gravar um nome – Poema de Isabel Furini

Publicidade

na madeira da vida

é preciso gravar com canivete

Publicidade

o nome do ser amado

fixar as emoções 

que imitam dinamite

- incendiam o coração

provocam

e extrapolam limites

pois o amor é paradoxal

doce como o mel

agressivo como o sal

*

Mulher – Decio Romano

Passei as horas assim:

Pensando muito em você

Pensava pouco em mim.

Me perguntava por quê.

Pois você é o meu jardim

Beleza que não se vê.

Sinto que você é pra mim

E as flores são pra você.

Decio Romano

*

Poema de Daniel Mauricio

Dos achados e perdidos 

Minha vida 

Só passou a ter sentido 

Depois

Que eu encontrei você.

*

ESTRELAS E RISOS de Solange Chemin Rosenmann

As nossas almas

se tocam

delicadamente

sem nunca

nos tocarmos

a eternidade

é nossa

cá embaixo

ouvem-se risos

são as estrelas

a nos acolher

no infinito.

Em síntese: O amor é sempre um sentimento que inspira poetas, escritores e artistas. Alguns consideram que o amor é maior poder que conhecemos. O amor é o motor invisível que move o mundo.

Feliz dia dos Namorados para todos os que amam!

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade