Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Epidemia grave

Casos de dengue em gestantes aumentam 345% no ano de 2024

Sabrina Craide - Agência Brasil
02 mar 2024 às 20:30
- Reprodução/Canva
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O número de casos de dengue em gestantes aumentou 345,2% nas seis primeiras semanas deste ano, na comparação com o mesmo período de 2023, segundo dados epidemiológicos do Ministério da Saúde divulgados nesta sexta-feira (1º). 


“Este aumento representa um quadro preocupante de saúde pública, considerando o risco elevado de complicações graves, tanto para elas quanto para os bebês. Formas graves da doença, como choque, hemorragias e óbito representam riscos para as gestantes, enquanto as complicações perinatais incluem prematuridade, restrição de crescimento intrauterino e morte fetal”, informou a pasta. 

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Segundo o ministério, em 2023 foram registrados 1.530.940 casos prováveis no país, com um coeficiente de incidência de 753,9 casos por 100 mil habitantes, o que representa um aumento de 16,5% em comparação com o ano anterior.

Leia mais:

Imagem de destaque
Aprovada em fevereiro

CNJ suspende medida que proíbe uso de cropped no STJ

Imagem de destaque
Saiba mais

Queijo Morro Azul, de Pomerode (SC), é eleito o melhor do mundo em concurso internacional

Imagem de destaque
No centro

Homem suspeito de tráfico de drogas "delivery" é preso em Arapongas com mais de R$ 13 mil

Imagem de destaque
Iria para Curitiba

Carro é flagrado com 73,25 kg de cocaína em fundo falso em Ibiporã


Desde o início do ano, o Brasil registrou 1.038.475 casos prováveis de dengue e 258 mortes confirmadas pela doença. Outros 651 óbitos estão em investigação.


O coeficiente de incidência da dengue no país neste momento é de 511,4 casos para cada grupo de 100 mil habitantes, segundo o Painel de Monitoramento das Arboviroses.



Imagem
Dia D contra a dengue terá mutirão de vacina em shopping de Londrina
Das mais de 13 mil doses da vacina contra a dengue recebidas pelo município de Londrina para imunização de crianças entre dez e 11 anos de idade, pouco menos de três mil foram aplicadas até o momento.


Imagem
Em meio ao aumento de casos, saiba diferenciar os sintomas de dengue e de covid-19
Em meio a uma explosão de casos de dengue e o aumento de infecções por covid-19 no Brasil, sintomas como febre, dor de cabeça e mal-estar passaram a assustar e gerar muitas dúvidas. No atual cenário epidemiológico, é importante saber diferenciar .
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade