Pesquisar

Canais

Serviços

Dálie Felberg/Alep
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Sinepe apoia retorno

Deputado entra na justiça para impedir retorno integral do ensino presencial no PR

Guilherme Marconi/Grupo FOLHA
28 set 2021 às 11:27
Continua depois da publicidade

O deputado estadual Tadeu Veneri (PT) ajuizou um mandado de segurança contra a decisão do governo Ratinho Junior (PSD) de determinar o retorno obrigatório dos estudantes às aulas presenciais na rede estadual pública de ensino.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Nova resolução do governo do Paraná, número 860/2021, somente dispensa do ensino presencial os alunos que estiverem em isolamento ou quarentena e que tenham comprovação médica de comorbidades.

Continua depois da publicidade


Desta forma, o governo estadual retirou da família a prerrogativa de decidir se irá encaminhar as crianças e jovens para a sala de aula. A nova resolução da Sesa (Secretaria Estadual de Saúde) vale para o ensino estadual e rede particular, mas divide opiniões entre a comunidade escolar e autoridades.  


O fundamento da iniciativa de Veneri é o artigo 196 da Constituição Estadual, que dispõe sobre o dever do Estado de garantir a saúde de todos mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação.  “Jogar com a vida das pessoas é mais do que irresponsabilidade. É crime”, disse Veneri.

Continua depois da publicidade


A Sesa não se posicionou sobre a ação até o fechamento desta edição. O secretário de Saúde, Beto Preto, esteve em Londrina nesta segunda no evento da entrega da primeira etapa Rua Inteligente da Sergipe, mas saiu sem participar da coletiva de imprensa. 


Continue lendo na Folha de Londrina.


Continue lendo