Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Espírito natalino

Natal: Queda do dólar estimula comércio de enfeites

Simoni Saris - Grupo Folha
25 nov 2023 às 13:43
- Jonathan Borba/Pexels
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A queda do preço do dólar e a baixa no custo dos fretes ajudaram a aquecer as vendas de enfeites natalinos neste ano. A maioria desses itens é importada e uma grande variedade de produtos teve o preço reduzido ou se manteve estável em relação ao ano passado. O bom momento da economia associado às novidades oferecidas pelos fornecedores, a cada ano mais criativos, anima os varejistas do setor. No mercado, há uma infinidade de opções e para quem está disposto a gastar, o céu é o limite. Mas também existem alternativas abaixo de R$ 50 para os consumidores que querem apenas dar um toque natalino à casa ou ao comércio sem investir muito.


Nas lojas especializadas, os enfeites natalinos começam a ser expostos em outubro, mas a preparação dos estoques é iniciada muito antes. Na Ativa Atacado, a programação de compras, importação e desenvolvimento dos produtos para o Natal são feitos em janeiro para que em agosto comecem as entregas e a montagem das lojas para as vendas no varejo. E em 2023, a empresa observa “uma notável diferença” no volume de vendas na comparação com os últimos dois anos.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


“Houve queda nos preços de diversos itens que conseguimos comprar em quantidade, além da queda do dólar e baixa do frete em relação ao período da pandemia”, comentou a gestora de Marketing da Ativa Atacado, Isabela Molina. Os dois fatores são apontados por ela como os principais responsáveis pela redução no preço de alguns itens, como a mangueira de LED que em outros anos chegou a custar, em média, R$ 6,99 o metro e neste ano, sai a partir de R$ 4,99 o metro, uma retração de quase 30%. Junto com as árvores, a iluminação para ambientes internos e externos são os campeões de vendas.

Leia mais:

Imagem de destaque
Funciona a partir desta sexta

Novo sistema FGTS Digital entra em vigor nesta sexta-feira; veja o que muda

Imagem de destaque
Uma bolada

Mega-sena acumula novamente e prêmio pode chegar a R$ 185 milhões

Imagem de destaque
Queda no valor médio

Cesta básica fica mais barata pelo segundo mês seguido em Londrina

Imagem de destaque
Grandes fortunas

Haddad quer proposta “ambiciosa” para taxação de super-ricos no Brasil


Sócia-proprietária da Puro Aroma, Luciana Kono confirma a queda nos preços de importação e a boa procura pelos enfeites de Natal. Em outubro e início de novembro, a maioria dos consumidores da loja é formada por aqueles que investem mais na decoração e que querem garantir os lançamentos. Esse é o público que leva para casa produtos de maior valor, como as vilas natalinas com música, luzes e movimento, rodas gigantes com Papai Noel, moinhos e locomotivas. Muitos desses itens já esgotaram. “Esse ano a gente investiu mais nos presépios diferentes porque no ano passado acabou logo. Os presépios saem muito.”


Entre o final de novembro e começo de dezembro, o perfil do cliente muda e aumentam as vendas dos itens menos exclusivos. Nesse período, saem os enfeites menores, como as velas de LED, os castiçais, as guirlandas e os arranjos, que podem ser personalizados. Papel higiênico estampado com motivos natalinos e saboneteiras, que deixam banheiros e lavabos no clima da festa, prontos para receber os convidados, também têm ótima saída. “Tenho guirlandas de vários preços, mas um modelo simples sai por R$ 39,90. Os castiçais custam a partir de R$ 36,90. Tem muita opção barata para decorar a casa para o Natal”, ressaltou Kono.


CONTINUE LENDO NA FOLHA DE LONDRINA.


Imagem
Queda do dólar estimula comércio de enfeites natalinos
Lojistas estão animados com o aumento da procura e abasteceram os estoques com itens que começam em menos de R$ 5 e chegam a R$ 1,5 mil
Imagem
Bazar solidário em Londrina terá roupas de marcas famosas a preços acessíveis
Quem gosta de garimpar roupas de boa qualidade, de marcas famosas e a preços acessíveis, não pode deixar de visitar o Bazar Solidário do Caminho, que será realizado neste sábado (25), das 9h às 17h, na rua Anita Garibaldi, 170.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade