Pesquisar

Canais

Serviços

- Fernando Frazão/Agência Brasil
Difícil de sair de casa....

Região de Londrina tem a gasolina mais cara do Paraná

Vitor Struck - Grupo Folha
31 ago 2021 às 13:54
Continua depois da publicidade

Motorista de aplicativos de caronas pagas há mais de três anos e meio, o londrinense Ender Thomas de Oliveira, 43, decidiu adotar algumas estratégias em sua rotina de trabalho para tentar obter o mesmo rendimento de antes. Entretanto, ele conta que não está sendo fácil driblar a alta no preço dos combustíveis, de 51% somente neste ano, no caso da gasolina.

Continua depois da publicidade

O drama de Oliveira aumenta porque, de acordo com um levantamento feito em 22 municípios entre os dias 22 e 28 de agosto pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), a gasolina encontrada no Norte do Paraná tem os maiores preços do Estado. O levantamento apontou que o preço médio mais elevado foi praticado em Apucarana, R$ 6,16. Em seguida, aparecem Arapongas, Londrina, Cambé, Paranavaí, Cornélio Procópio e Maringá, com preços que variaram entre R$ 6,14 e R$ 6,04, respectivamente.

Continua depois da publicidade


Já a gasolina mais barata dentre as cidades avaliadas foi encontrada na Região Metropolitana de Curitiba. Na capital do Estado, o preço médio encontrado foi de R$ 5,83 no litro da gasolina, seguida de São José dos Pinhas, Campo Mourão, Ponta Grossa e Colombo, entre R$ 5,81 e R$ 5,74, respectivamente.

Continua depois da publicidade


Entenda o que motiva a alta dos combustíveis na reportagem da FOLHA

Continue lendo