Pesquisar

Canais

Serviços

Vandalismo

Antes de inaugurar, prédio da prefeitura é alvo de pichação em Londrina

- Marco Feltrin/Equipe Bonde
Marco Feltrin - Redação Bonde
29 dez 2015 às 11:11
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

As obras de construção do novo Centro Pop - Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua de Londrina, localizado na rua Dib Libos esquina com a avenida Celso Garcia Cid, estão na reta final. A expectativa da secretaria de Assistência Social é de que o prédio seja inaugurado em janeiro.

Continua depois da publicidade

No entanto, mesmo sem a obra estar à disposição da população, vândalos já deixaram sua marca no local, pichando o muro aos fundos da Celso Garcia Cid e na lateral sobre a avenida Dez de Dezembro.


"A gente nem começou a usar e já tem pichação ali. Trata-se de um lugar que garante dignidade às pessoas. É muito desagradável este dano ao patrimônio público", lamentou a secretária de Assistência Social, Télcia Lamônica.


Marco Feltrin/Equipe Bonde
Marco Feltrin/Equipe Bonde


A construtora responsável deve entregar a obra para a prefeitura na próxima semana. A secretaria já se organiza para deixar o prédio na avenida JK rumo ao novo endereço, com estimativa de que o atendimento aos moradores de rua aumente em até 40%.


"Hoje fazemos cerca de 60 atendimentos por dia. Mas estamos em um espaço em que vários serviços não podem ser oferecidos. No novo prédio, vamos poder oferecer um local para tomar banho, lavar roupa, promover oficinas, entre outras tarefas", afirmou Lamônica. O centro também oferece atendimento psicossocial aos moradores de rua.

Continua depois da publicidade


A construção do Centro Pop custou pouco mais de R$ 1 milhão, sendo R$ 400 mil provenientes do Ministério do Desenvolvimento Social.


Lei
Em 27 de novembro, o prefeito Alexandre Kireeff sancionou a Política Municipal Antipichação. A iniciativa prevê realização de campanhas culturais e educativas e o desenvolvimento de estratégias de combate à pichação.


O artigo oitavo da lei prevê aplicação de multa de R$ 500 para atos de pichação, vandalismo ou depredação do patrimônio público ou de terceiros. O valor é dobrado em caso de reincidência.


Se as pichações forem cometidas por menores ou incapazes, os pais ou tutores responderão por eles.

No caso do CentroPop, não foi possível identificar os autores da pichação.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade