Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Segurança Pública

Associação doa fuzis à PM em Londrina

Simoni Saris - Grupo Folha
18 nov 2016 às 17:00
- Gina Mardones/Grupo Folha
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O 5º Batalhão de Polícia Militar em Londrina recebeu nesta sexta-feira (18) quatro fuzis IA2, calibre 556, que irão equipar policiais do Pelotão de Choque, da Rotam e, eventualmente, do Apoio Operacional. As quatro armas e os 18 carregadores foram doados pela Associação Brasileira de Transporte de Valores (ABTV) em atendimento a uma solicitação feita pela Polícia Militar. O investimento foi de R$ 45 mil.

"Existia um pleito do Batalhão, onde nos solicitaram apoio. Levamos o pedido para a associação (ABTV) e os empresários entenderam por bem colaborar com a polícia", disse o diretor do Sindicato das Empresas de Transporte de Valores do Paraná, Nelson Christiano.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Segundo ele, os índices de ocorrências envolvendo transporte de valores no Estado é "tranquilo", mas em razão da posição geográfica de Londrina, próximo à divisa com São Paulo, a doação do armamento foi feita em caráter preventivo.

Leia mais:

Imagem de destaque
Zona Sul

Revitalização da Praça da Juventude deve iniciar ainda neste mês em Londrina

Imagem de destaque
Veja como ajudar

Família de 'jovem gênio' de Londrina faz campanha para participação em olimpíada de matemática em Nova Iorque

Imagem de destaque
Participação gratuita

Evento da UEL reúne grandes nomes femininos do jornalismo nesta quarta

Imagem de destaque
Investimento de R$ 630 mil

Cultura de Londrina abre edital para a seleção de Vilas Culturais


"A segurança pública é um dever do Estado e um direito de todos, mas também é responsabilidade de todos, conforme o artigo 144 da Constituição Federal. Dessa forma, a participação da comunidade é um elemento-chave para o processo de construção da segurança pública não apenas na doação de fuzis, mas também na troca de informações e na participação da construção de ambientes mais seguros", ressaltou o comandante do 2º Comando Regional da PM, tenente-coronel Marcos Antonio Wosny Borba.

De acordo com ele, a PM depende do orçamento da Secretaria Estadual de Segurança Pública, e existe um processo licitatório em andamento para a compra de armamento para a PM de todo o Estado e a expectativa é que seja concluído em 2017, mas a munição para abastecer os quatro fuzis doados pela ABTV já foram compradas e estão disponíveis no 5º Batalhão da PM.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade