Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Em Londrina

Famílias indígenas aceitam sair da pista de skate

Redação - Folha de Londrina
10 jul 2003 às 20:05
Continua depois da publicidade

As duas famílias de origem caingangue que estavam vivendo há cerca de três meses embaixo da pista de skate do Vale Rubi, na zona oeste de Londrina, aceitaram nesta quinta-feira desocupar o local. A decisão foi tomada depois de negociar com a Fundação Nacional do Índio (Funai) e lideranças da reserva de São Jerônimo, em São Jerônimo da Serra (78 km ao sul de Cornélio Procópio), cidade de origem de dois dos quatro adultos do grupo.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Eles se comprometeram a deixar a área nesta sexta-feira. A esposa e os cinco filhos de Valdecir Correia, de origem caingangue, irão para Jacutinga (MG), na casa do pai. As passagens serão compradas pela Funai. Correia afirmou que pretende voltar para a reserva. ''Vou esperar minha situação financeira melhorar depois busco ela.''

Continua depois da publicidade


Correia é carpinteiro mas atuava como trabalhador rural na reserva. Com a escassez de trabalho ele veio para Londrina, onde virou catador de papel e acabou se instalando embaixo da pista de skate. ''É difícil achar emprego.''


O outro casal, formado por uma caicangue e um homem branco, e os três filhos serão abrigados pela irmã da mulher, que reside em Londrina. ''Agora está tudo resolvido e amanhã mesmo eles devem sair daqui'', afirmou a assistente social da Funai, Evelise Viveiros Machado.

O cacique Hipólito Cardoso da Silva, de São Jerônimo, ficou satisfeito com o desfecho. ''Deu um pouco de trabalho mas eles concordaram. Já está chegando a época de trabalho na reserva e as coisas devem melhorar para eles.'' Ele reforçou que há espaço para abrigar todos na reserva.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade