Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade

Gordan já enfrenta problemas na UEL

Da Redação - Folha de Londrina
15 ago 2001 às 19:26
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Funcionários da Universidade Estadual de Londrina (UEL) devem aderir à greve geral do funcionalismo público estadual, programada para o final do mês. Os servidores públicos estaduais reivindicam reposição salarial de 50,03%. O indicativo de greve na UEL deverá ser tirado durante uma assembléia prevista para a próxima quarta-feira.
Hoje (15/08), os funcionários se reuniram em assembléia e decidiram entregar uma cópia da pauta de reivindicações da categoria ao novo reitor, Pedro Gordan. Os 31 pedidos relacionados no documento, de acordo com Nascimento, podem ser atendidos pela instituição dentro do regime de autonomia universitária. O presidente da Assuel, disse que a entidade já havia enviado a pauta ao conselho no dia 27 de junho. No entanto, diante das mudanças que ocorreram na administração da universidade, os servidores julgaram necessário criar um canal de negociação com o novo reitor. A Assuel garantiu ainda o apoio à continuidade das investigações das irregularidades.

* Leia mais em reportagem de Célia Guerra na Folha de Londrina/Folha do Paraná desta quinta-feira

Cadastre-se em nossa newsletter


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade