Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Primeira fase

Licitação para anteprojeto da construção do Terminal Metropolitano de Londrina atrai 14 empresas

Reportagem local
10 jul 2024 às 19:30
- Alessandro Vieira/CC
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A Amep (Agência de Assuntos Metropolitanos do Paraná) concluiu nesta quarta-feira (10) a primeira fase da licitação para contratação dos estudos preliminares e o anteprojeto para construção do Terminal Metropolitano de Londrina. A nova estrutura será construída em frente ao Terminal Urbano, na Avenida Leste-Oeste (área central) e deverá atender as linhas intermunicipais, melhorando a mobilidade urbana e a integração com as linhas locais.


Com valor máximo estipulado em edital de R$ 1 milhão, foram apresentadas propostas de 14 empresas por meio do portal Compras.gov. A forma de julgamento da licitação é Técnica e Preço. Assim, as empresas interessadas apresentaram seus valores, junto com a documentação das respectivas propostas técnicas.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


As empresas que participam do processo seguem agora para a fase de análise das propostas, para atribuição de notas e consequente classificação das empresas. Na sequência, serão analisadas as documentações de habilitação. A divulgação das notas e da empresa vencedora será em 22 de julho, às 14 horas, também pelo portal Compras.gov.

Leia mais:

Imagem de destaque
Com fórum e almoço

Ordem Rosacruz em Londrina comemora 64 anos com a presença do Grande Mestre neste domingo

Imagem de destaque
'Higienópolis Aberta'

Avenida de Londrina terá evento com diversas atividades esportivas e culturais em agosto

Imagem de destaque
Terá barracas de alimentação

Feira na Concha terá show de Joby Humberto nesta terça em Londrina

Imagem de destaque
Luta por direitos

Mulheres pedem respeito, paz e o fim do feminicídio em Londrina


Depois da homologação da licitação e assinatura do contrato, a vencedora terá oito meses, a partir da ordem de serviço, para elaboração dos estudos e do anteprojeto, contendo as linhas a serem atendidas, horários e quantidade de passageiros. O estudo também deve compreender a região e sua demanda de serviços, lojas e comércios que podem ser atendidos pelo terminal.

Publicidade


O anteprojeto deverá apontar terraplanagem, fundação, drenagem, estrutura, elétrica, pavimentação, paisagismo e sinalização, além da concepção arquitetônica do terminal e das soluções estruturais que resultem em uma metodologia construtiva econômica, sustentável e de rápida execução.


Já o projeto executivo e da obra deverá ser contratado em 2025, na modalidade de contratação integrada, em que ambos são feitos pela mesma empresa, agilizando o andamento dos trabalhos. A previsão de entrega da obra do terminal para a população é para 2026.

Publicidade


A construção do Terminal Metropolitano de Londrina é uma demanda antiga da população, uma vez que o transporte entre as cidades do entorno é feito apenas por meio de pontos de ônibus, sem um local centralizado e apropriado. Diariamente, circulam em Londrina cerca de 50 mil pessoas residentes nos municípios vizinhos, como Cambé, Ibiporã, Rolândia e Jataizinho, e que se deslocam seja a trabalho, estudo ou lazer.


Em 2021, o Governo do Estado decretou o terreno em frente ao Terminal Urbano de Londrina, à época pertencente à empresa Inter-Continental de Café e sem uso há anos, como área de utilidade pública, dando início às tratativas para desapropriação do local. Em fevereiro deste ano, o governo estadual concluiu a compra do terreno, de 12 mil metros quadrados, por R$ 19 milhões, possibilitando o início dos trabalhos para a construção do terminal.


(Com informações da Agência Estadual de Notícias)

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade