Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Da Sema

Meio Ambiente alerta sobre possíveis golpistas que se fazem passar por fiscais em Londrina

Redação Bonde com N.Com
28 jul 2023 às 09:43
- Emerson Dias/N.Com
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A Sema (secretaria municipal do Ambiente) de Londrina alerta a todos sobre possíveis golpistas que têm se passado por fiscais da DBEA (diretoria de Bem-Estar Animal) e visitado residências. 


De acordo com a Sema, foram recebidas três denúncias de situações desse tipo desde a semana passada, sem que o órgão tivesse feito ações de fiscalização nos locais e dias informados.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


A diretora de Bem-Estar Animal, Esther Romero Jandre, pediu à população que fique alerta e observe se os fiscais estão identificados com o colete e o crachá, e se o carro que usam tem os símbolos de identificação da prefeitura de Londrina. “É importante pedir a identificação do fiscal e observar se o carro está com a identificação da Prefeitura, porque algumas pessoas dizem estar agindo em nome da Sema, e pedem para entrar nas casas e filmá-las, o que é preocupante”, frisa.

Leia mais:

Imagem de destaque
46 mil alunos

Aulas na rede municipal retomam nesta terça em Londrina

Imagem de destaque
Na avenida São João

Prédio da antiga creche Santa Rita será reaberto com nova instituição em Londrina

Imagem de destaque
Crítica

“Twisters”, que estreia nos cinemas: a relevância do drama

Imagem de destaque
No Ouro Verde

Quarteto de Sergio Reze faz viagem pela música brasileira no Festival de Música de Londrina


A abordagem dos fiscais da Sema é sempre amigável, destaca a diretora, e não se vale de postura agressiva. Além disso, nenhuma pessoa pode entrar na casa de um cidadão sem ordem judicial, a não ser os órgãos de segurança pública, em ocasiões onde há risco de vida para as pessoas ou para o animal.


“Quando chegamos em uma residência e tem um cachorro preso em corrente, corda ou similares, o que agora é proibido pela lei municipal 13.581/2023, fazemos a verificação da causa que leva o animal a estar preso. Se não se enquadrar nos termos da lei, fazemos as orientações, e a pessoa é notificada para manter o cão solto. Há casos em que o animal passou por procedimento cirúrgico, e que não pode se movimentar ou se contaminar, por exemplo, ou pode estar preso de forma pontual para a limpeza do local, realização de obras e outras atividades temporárias”, pontua.


Ainda conforme a diretora, se a pessoa desconfiar que está sendo diante de um golpista, deve entrar em contato com a Polícia Militar, pelo telefone 190. “Recomendamos que a pessoa peça para o suposto fiscal esperar um pouco, vá para dentro de casa e ligue para a polícia, que tomará as providências necessárias”, comenta.


Imagem
Londrina tem saldo positivo de 580 empregos com carteira assinada em junho, aponta Caged
Londrina completou o primeiro semestre de 2023 com saldo positivo de 4.580 vagas de empregos formais, entre admissões e demissões.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade