Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Para reforma e ampliação

Prefeitura espera a chuva passar para ativar terminal provisório do Acapulco

Pedro Marconi - Grupo Folha de Londrina
26 set 2022 às 14:16
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A reconstrução do terminal do Acapulco, na zona sul de Londrina, começou há pouco mais de um mês e os passageiros ainda aguardam a transferência para a estrutura provisória. O terminal temporário já está pronto e foi montado na avenida Chepli Tanus Daher, entre as ruas Maria Vidal da Silva e a Joana de Lourdes Nardo Gomes, totalizando cerca de 250 de extensão. Na via foram instalados diversos pontos de ônibus, banheiros e guarita, além de placas já indicando as linhas do transporte coletivo. 


O consórcio que venceu a licitação - no valor de R$ 16,6 milhões - colocou grades isolando a área do terminal provisório que, por enquanto, segue liberada para os demais veículos, e esticou lonas nos pilares do IDR-PR (Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná). “Sabemos que é por um tempo determinado que vamos ter que ficar neste outro espaço, mas em dia de chuva vai ser complicado. Tem trechos entre os pontos que não têm cobertura”, constatou a dona de casa Maria Geralda Caldas. Serão 11 meses de intervenções. 

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


O Núcleo de Comunicação da prefeitura informou que a mudança deve acontecer após o período chuvoso. A maior possibilidade é na semana que vem. Nesta semana, por exemplo, a previsão é de chuva até sexta-feira (30), segundo o Simepar (Sistema Meteorológico do Paraná). A transferência, inicialmente, estava programada para quinta-feira (22) passada, porém, foi adiada por conta das chuvas. 

Leia mais:

Imagem de destaque
PRAZO DE 10 MESES

Obras de construção da UPA zona sul começaram; previsão de entrega é novembro

Imagem de destaque
CONJUNTO CAFEZAL

Trecho com erosão na Estrada da Pedreira é interditado pela Prefeitura de Londrina

Imagem de destaque
JOVEM TINHA 14 ANOS

Morte de adolescente por suspeita de dengue é investigada em Londrina

Imagem de destaque
0,03% não têm água

Censo 2022: 7,44% dos domicílios de Londrina ainda usam buraco ou fossa como esgotamento



Enquanto a troca dos espaços não ocorre, operários estão trabalhando em, pelo menos, duas frentes. Uma é no entorno do próprio terminal antigo, que foi quase que totalmente isolado com tapumes. Outro canteiro de obras é na marginal da PR-445, que será duplicada entre a rotatória da avenida Eurico Gaspar Dutra e a Chepli Tanus Daher. De acordo com o município, a obra está em “andamento normal.” 


A secretaria municipal de Obras e Pavimentação destacou que após o terminal provisório entrar em operação, a estrutura existente será demolida. “Por enquanto, a empresa montou o canteiro de obra (escritório, depósito, refeitório, banheiros e demais instalações provisórias para a obra), fez o corte de árvores, retirou o gradil e fez o fechamento de tapume da obra”, elencou o engenheiro da pasta que acompanha os serviços, Roger Silva. 


CONTINUE LENDO:  Após ampliado, terminal Acapulco será o dobro do tamanho atual

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade