Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Raro

Saiba o segredo da 'Mona Lisa', de Leonardo da Vinci, encontrado por cientistas

Folhapress
16 out 2023 às 12:02
- Divulgação
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Cientistas identificaram a presença de um composto químico raro no quadro "Mona Lisa", de Leonardo da Vinci.


Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade

A composição química da obra é distinta de outros trabalhos do pintor e daqueles feitos por artistas da época.

Leia mais:

Imagem de destaque
Fugindo do alto custo no Brasil

Rússia vira destino para brasileiros que querem estudar medicina

Imagem de destaque
Herói inesperado

Gari usa vassoura para bater em ladrões e evita roubo de carro na Argentina

Imagem de destaque
Pedidos de renúncia

Porta-voz da Casa Branca diz que Biden terminará o mandato

Imagem de destaque
Novo manto

Real Madrid lança uniforme laranja em campanha estrelada por brasileiros


De acordo com o estudo publicado no Journal of the American Chemical Society, Da Vinci utilizou pó de óxido de chumbo para engrossar e secar as camadas de tinta de Mona Lisa.

Publicidade


"Ele era alguém que adorava experimentar, e cada uma de suas pinturas é completamente diferente tecnicamente", disse Victor Gonzalez, líder do do estudo e cientista do Centro Nacional de Pesquisa Científica da França. "Neste caso, é interessante ver que de fato existe uma técnica específica para a camada superficial da 'Mona Lisa'", acrescentou Gonzalez.


Com o auxílio de exames de raio-x, os cientistas detectaram o plumbonacrite, uma substância química rara que estava quase invisível a olho nu e mais fina que um fio de cabelo.


Essa mesma substância já havia sido encontrada em uma pintura de Rembrandt. "Há muito, muito mais coisas para descobrir. Mal estamos arranhando a superfície", disse Gonzalez.


Imagem
Secretaria de Educação abre investigação sobre suposta apologia ao nazismo em trabalho sobre 2ª Guerra Mundial em Arapongas
A Seed (Secretaria Estadual de Educação) do Paraná instaurou um procedimento de averiguação urgente nesta segunda-feira (9) para avaliar uma atividade envolvendo estudos sobre a Segunda Guerra Mundial
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade