Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Pela primeira vez

FBI treina policiais civis de vários estados em Curitiba

Redação Bonde
27 nov 2007 às 09:44
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Policiais civis do Paraná e de outros 21 Estados brasileiros serão treinados, a partir desta terça-feira, em técnicas de investigação para se traçar o perfil de criminosos em série.

O curso, intitulado ''Da cena do crime ao perfil do criminoso'', é promovido pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp) e será ministrado por especialistas do Federal Bureau of Investigation (FBI), Polícia Federal dos Estados Unidos. Esta é a primeira vez que a instituição norte-americana promove este tipo de treinamento fora de seu País.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


O secretario estadual da Segurança, Luiz Fernando Delazari, explica que a idéia de aprofundar os conhecimentos da polícia paranaense no combate a criminosos em série surgiu há 2 anos, após a prisão de José Airton Pontes.

Leia mais:

Imagem de destaque
Programa Parceiro da Escola

Diretor-geral da Seed explica cenário e próximos passos da terceirização de escolas

Imagem de destaque
775 vagas

Vestibular da Uenp 2025 vai ser realizado em 1º de dezembro

Imagem de destaque
Comunidade inteligente

Como Assaí, no interior do Paraná, virou referência de inovação

Imagem de destaque
Sistema de pouso por instrumentos

Entenda como funciona o ILS, equipamento que será instalado no aeroporto de Londrina


Conhecido como o ''maníaco de Marmeleiro'', cidade onde violentou e assassinou um garoto de 7 anos, Pontes confessou posteriormente que já havia abusado sexualmente de outras 28 crianças em dez Estados.

Publicidade


''Fizemos um estudo sobre a existência de criminosos em série no Paraná e detectamos a necessidade de realizar um trabalho para identificar esse tipo de criminoso'', diz o secretário. ''O criminoso em série tem várias características na prática do crime que são diferentes do criminoso usual. Queremos trabalhar com mais técnica e organização na investigação desses casos'', acrescenta.


A Sesp procurou então o FBI para que treinasse um grupo de policiais. ''O FBI provavelmente é a polícia mais aperfeiçoada para isso'', explica Delazari. ''A idéia do curso é transmitir a técnica utilizada nos EUA para os policiais brasileiros'', diz. No total, 44 policiais civis do Paraná, entre delegados e investigadores, participarão do curso, que vai até sexta-feira na sede da Escola Superior de Polícia Civil, em Curitiba. Além disso, representantes das polícia de 21 Estados e cinco policiais federais também serão treinados.

>> Leia reportagem completa na Folha de Londrina


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade