Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Nesta madrugada

Ônibus do transporte intermetropolitano de Maringá são incendiados

Isabella Alonso Panho* - estagiária
23 set 2020 às 10:22
- Divulgação/Bombeiros de Maringá
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Seis ônibus da empresa Cidade Verde, responsável pelo transporte público entre Maringá (noroeste) e diversas cidades da região, foram incendiados na madrugada desta quarta-feira (23) em uma garagem em Sarandi (região metropolitana de Maringá), na rua Caracas, no centro do município.


Boletim municipal: Maringá registra três novas mortes pela Covid-19 e 116 casos confirmados

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Como informado pelo Corpo de Bombeiros, o incêndio começou por volta das 2h e deixou seis carros completamente destruídos e um com algumas avarias. Para conter o fogo, foram necessários 6mil litros de água e 50 litros de gerador de espuma - substância necessária em virtude da natureza dos compostos queimados (plásticos, pneus e outros derivados de petróleo). Uma carreta tanque e mais quatro veículos foram deslocados e, ao todo, dez bombeiros e um oficial de área participaram da operação.

Leia mais:

Imagem de destaque
Confira os dados!

Ações integradas reduzem número de crimes em propriedades rurais do Paraná

Imagem de destaque
Fique atento!

Cambé emite alerta sobre golpe usando o nome da Vigilância Sanitária

Imagem de destaque
Sem danos

Abalo sísmico que atingiu Cambé tem magnitude 1,6 na Escala Richter

Imagem de destaque
2.176 vagas em Londrina

Agências do Trabalhador do Paraná começam a semana com 20,7 mil vagas


O incêndio demorou 1h para ser contido.

Publicidade


A empresa proprietária dos ônibus afirmou que por ora não pretende comentar detalhes do caso para não atrapalhar as investigações. A garagem onde aconteceu o incêndio continha apenas carros que faziam o trajeto Maringá-Sarandi.


Segundo Roberto Jacomelli, administrador executivo da Cidade Verde, o prejuízo estimado para reposição da frota e reparação dos danos é de R$2 milhões. Os Bombeiros informaram que funcionários da empresa afastaram outros carros próximos, evitando que o fogo os atingisse. "Ninguém se feriu", confirma o administrador.

Publicidade


O caso será investigado pela Polícia Civil e, por enquanto, não há informações sobre a causa do incêndio ou suspeitos. A reportagem tentou contato com o delegado responsável pelo caso, mas até a publicação desta matéria não teve resposta.


Matéria atualizada às 12h.

*Sob supervisão de Larissa Ayumi Sato.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade