Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Populacional

Paraná apresenta saldo de migração positivo

Redação Bonde
16 out 2009 às 17:39
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Em 2008, pela primeira vez na década, o Paraná teve saldo positivo no fluxo de migração. Significa que mais brasileiros vieram morar no Estado e menos paranaenses saíram para outros locais. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), realizada anualmente pelo IBGE, e mostram que, de aproximadamente 11,131 milhões de pessoas que nasceram no Paraná, em torno de 8,7 milhões residem no Estado. Ou seja, 78% dos paranaenses nascem e moram no Paraná.

Segundo a pesquisa, mais de 1,91 milhões de brasileiros vieram ao Paraná para trabalhar e estudar, enquanto 1,8 milhão de paranaenses buscaram outros estados com o mesmo objetivo. A população total do Paraná, estimada em 10,6 milhões de habitantes, é a soma dos paranaenses que moram aqui, mais as pessoas vindas de outros lugares do país e do mundo, menos os paranaenses que residem fora do Estado.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


De acordo com o técnico do IBGE, Fernando Albuquerque, os movimentos de migração no Paraná têm características muito diferentes de estados como São Paulo, por exemplo. "Os números apontam que, no Paraná, existe uma maior retenção de população, enquanto em São Paulo existe uma grande atração de pessoas vindas de outros estados, principalmente da região Nordeste", compara.

Leia mais:

Imagem de destaque
Criminosos cobram resgate

Hackers vazam imagens de pacientes de cirurgia plástica nus de clínicas do Paraná e RS

Imagem de destaque
Pode trazer complicações

Paraná reforça ações contra hipertensão, que afeta mais de 20% da população

Imagem de destaque
Ex-procurador

Deltan Dallagnol diz que não está inelegível e articula se lançar a prefeito de Curitiba

Imagem de destaque
Saiba mais

Vacinação contra a dengue será ampliada para outros 101 municípios no Paraná


"Entre os anos de 1986 e 1991, em média 475 mil pessoas que viviam no Paraná havia pelo menos cinco anos deixavam o Estado para viver em outras unidades da Federação. Em 2000, eram cerca de 336 mil. No último ano, em 2008, este número caiu para aproximadamente 202 mil pessoas", assegura Albuquerque.

Ele explica que a pesquisa é feita por amostragem, e para calcular o saldo migratório pergunta-se onde o indivíduo residia há exatamente cinco anos. "Na Pnad 2007 os entrevistados eram questionados sobre o estado de residência em 2002 e, na Pnad 2008, onde moravam em 2003", disse (com AEN).


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade