Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Dia mundial

PR inicia atividades preventivas contra a tuberculose

Redação Bonde
24 mar 2007 às 11:26
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Com um evento na sede da Secretaria de Estado da Saúde, o Paraná deu início nesta sexta-feira (23) às atividades do dia Mundial de Combate à Tuberculose. A abertura oficial da campanha foi feita pela diretora do Departamento de Vigilância e Pesquisa, Vera Drehmer.

Durante a abertura, Drehmer apresentou dados relativos à doença no Paraná, onde houve uma redução de 22% no número de casos novos da doença nos últimos quatro anos. O coeficiente de incidência de tuberculose de todas as formas passou de 29,89 em 2003 para 23,20 para cada grupo de 100 mil habitantes em 2006 (dados preliminares). Conseqüentemente, o coeficiente de mortalidade caiu de 2,06 para 1,55 no mesmo período.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


A coordenação estadual de combate à tuberculose encaminhou para todas as Regionais de Saúde 200 mil folders e 3 mil cartazes especiais, além de faixas, banners e reuniões com entidades parceiras. O objetivo é manter a população informada sobre a doença e a importância de se cuidar e do tratamento. A conscientização é a melhor forma de tratamento e de cuidado na doença.

Leia mais:

Imagem de destaque
Meteoro diurno

Meteoro corta o céu de Maringá durante o dia em evento raro; assista

Imagem de destaque
Santo casamenteiro

Santo Antônio da Platina comemora padroeiro com bolo de 45 metros

Imagem de destaque
Várias ações

Operação em Londrina e outros municípios marca adesão do Paraná ao calendário nacional da Lei Seca no trânsito

Imagem de destaque
Fé e devoção

No dia do padroeiro, paróquia de Cambé pretende vender 10 mil pedaços de bolo


A coordenação estadual de combate à tuberculose tem atuado principalmente em 10 cidades que representam 47% dos casos no Estado. As cidades são Paranaguá, Curitiba, Pinhais, São José dos Pinhais, Ponta Grossa, Guarapuava, Londrina, Cascavel, Maringá e Foz do Iguaçu. Essas cidades foram escolhidas por estarem com mais de 100 mil habitantes e apresentarem um índice de coeficiência muito alto.

Publicidade


A 17ª Regional de Saúde, em Londrina, encaminhou aos profissionais de saúde informações contendo dados epidemiológicos da doença e solicitando que ficassem atentos aos pacientes que apresentam tosse excessiva e sintomas clínicos. O número de casos da doença registrado na Regional em 2006 foi de 12,4 para cada 100 mil habitantes. Já o índice de tuberculose de todas as formas foi de 24,2 para cada grupo de 100 mil.


Tuberculose
A tuberculose é uma doença contagiosa que mata mais gente do que qualquer outra no mundo. A tuberculose pode atingir os rins, ossos, pleura, meninges e gânglios. Apesar disso, a tuberculose tem cura, se tratada corretamente.

Publicidade


A doença é causada pelo bacilo Mycobacterium tuberculosis, também conhecido como bacilo de Koch e é transmitida pelo ar. A pessoa contaminada transmite a doença por meio da fala, espirro ou tosse.


Uma das formas de prevenção da tuberculose é a vacina BCG, que os bebês recebem ainda na maternidade ou nos postos de saúde. A vacina é obrigatória para menores de um ano e está indicada para crianças até os quatro anos.


Para quem já tem o bacilo, o tratamento é feito durante seis meses sem poder deixar de tomar o medicamento um só dia. Os principais sintomas são muita tosse, dor no peito, febre baixa no final da tarde, suor noturno, emagrecimento e cansaço fácil.

Agência Estadual de Notícias


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade