Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Saiba como denunciar

PR reforça os canais para denúncias de violência contra crianças e adolescentes

Redação Bonde com AEN
17 mai 2024 às 17:27
- SESP
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O Governo do Paraná conta com canais disponíveis para denúncias de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes.  O disque 181, em que é possível fazer a denúncia de forma anônima. Esse registro é feito direto na Secretaria de Segurança Pública, que faz os encaminhamentos necessários para a averiguação das situações.


Uma opção também é acessar o site www.181.pr.gov.br, escolher a área de denúncia e seguir os demais passos. No site o cidadão pode também de acompanhar o andamento das situações já registradas. Também é possível denunciar uma situação de emergência através do 190, telefone da Polícia Militar, em casos de flagrante.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Outra opção é o Disque 100, do governo federal, que pode ser acionado por meio de ligação gratuita, WhatsApp - (61) 99611-0100, site da ONDH (Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos), videochamada em Libras (Língua Brasileira de Sinais), aplicativo Direitos Humanos Brasil, e Telegram.

Leia mais:

Imagem de destaque
Confira os dados!

Ações integradas reduzem número de crimes em propriedades rurais do Paraná

Imagem de destaque
Fique atento!

Cambé emite alerta sobre golpe usando o nome da Vigilância Sanitária

Imagem de destaque
Sem danos

Abalo sísmico que atingiu Cambé tem magnitude 1,6 na Escala Richter

Imagem de destaque
2.176 vagas em Londrina

Agências do Trabalhador do Paraná começam a semana com 20,7 mil vagas


“Todos esses caminhos devem ser reforçados neste Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, em 18 de maio. Além desses canais de denúncias, temos ainda outro importantíssimo caminho que são os Conselhos Tutelares de todo o Paraná. A rede de proteção é essencial para que, juntos, possamos garantir dignidade a todas as crianças, afinal, é obrigação da sociedade cuidar do futuro”, destacou o secretário do Desenvolvimento Social e Família, Rogério Carboni.

Publicidade


"Nosso canal de denúncia é indispensável para a segurança das crianças e adolescentes, pois garante o anonimato dos denunciantes, além de iniciar a investigação por parte das forças de segurança do Estado", ressaltou o secretário da Segurança Pública, Hudson Leôncio Teixeira.


“É muito importante denunciar, é fundamental. E isso pode ser feito por qualquer pessoa que saiba ou até mesmo que desconfie de qualquer situação. É através dessas denúncias que conseguimos proteger essas crianças, promover o afastamento do agressor e realizar atendimentos que permitirão ressignificar as suas vidas sem violência”, comentou a coordenadora de Políticas Públicas para Crianças e Adolescentes e presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e Adolescente, Juliana Sabbag.

Publicidade


“Quando a criança passa a ter atitudes extremas, é preciso investigar. Por exemplo, ela deixa de se alimentar como antes, ou come muito mais, quando começa a dormir muito ou pouco, tudo que for extremo, é preciso ficar atento”, complementou.


O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes foi instituído pela Lei Federal 9.970/2000, em memória ao caso da menina Araceli Crespo, de apenas 8 anos, que foi sequestrada, violentada e assassinada em 18 de maio de 1973, em Vitória (ES). Em 2024, completam-se 51 anos desse episódio.


LEIA TAMBÉM:


Imagem
Prazo para pagamento da última parcela do IPVA 2024 para placas 3 e 4 vence nesta segunda
A quinta e última parcela para pagamento do IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores) 2024 para veículos com placas terminadas em 3 e 4 vence nesta segunda-feira (20). Os contribuintes devem ficar atentos às datas de vencimento, que variam
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade