Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Rede estadual

Projeto que prevê terceirização de escolas do Paraná é aprovado na CCJ

Reportagem Local - Folha de Londrina
29 mai 2024 às 14:28
- Valdir Amaral/Alep
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Deputados membros da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), da Assembleia Legislativa do Paraná, aprovaram, em sessão extraordinária realizada nesta quarta-feira (29), o projeto de lei 345/2024, que institui o Programa Parceiro da Escola. A proposta de autoria do Poder Executivo quer otimizar a gestão administrativa e de infraestrutura das escolas mediante parceria com empresas de gestão educacional.


Os parlamentares aprovaram o parecer favorável do relator, deputado Hussein Bakri (PSD), ficando prejudicados os votos em separado apresentados pelos deputados Arilson Chiorato (PT) e Requião Filho (PT). A proposição foi aprovada com o voto contrário de ambos parlamentares. De acordo com o presidente da CCJ, deputado Tiago Amaral (PSD), a Comissão volta a se reunir de forma extraordinária na segunda-feira (3).

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


O texto, que tramita em regime de urgência, seguiu para análise da Comissão de Educação. O relator da proposta, deputado Thiago Bührer (União), apresentou relatório favorável ao projeto. O deputado Professor Lemos (PT) pediu vista do parecer favorável, adiando a análise da matéria. Com isso, a Comissão de Educação volta a se reunir também na segunda-feira (03), às 13h30. Após tramitar nas comissões temáticas, a proposição está apta a seguir para Plenário.

Leia mais:

Imagem de destaque
Rota aberta entre julho e setembro

Aeroporto Internacional Afonso Pena recebe primeiro voo direto de Santiago, no Chile

Imagem de destaque
Doações até 1º de julho

No Paraná, rede estadual arrecada material escolar para o Rio Grande do Sul

Imagem de destaque
Resgate de animais silvestres

IAT devolve à natureza tamanduá-mirim encontrado por moradores no Paraná

Imagem de destaque
Mudas trazidas do Japão

Florada das cerejeiras vira atração nas ruas de Apucarana


Programa


O texto permite que empresas sejam responsáveis pelo gerenciamento administrativo das escolas, além de gerir terceirizados responsáveis por áreas como limpeza e segurança. Em um primeiro momento, o governo quer implantar o modelo em 200 escolas de 110 cidades. O número corresponde a cerca de 10% da rede. O Poder Executivo argumenta que nestas localidades “foram observados pontos passíveis de aprimoramento em termos pedagógicos, projetando inclusive uma diminuição da evasão escolar”.


Imagem
Em Londrina, começa julgamento que pode cassar mandato da vereadora Mara Boca Aberta
Começou por volta das 9h30 desta quarta-feira (29) a sessão de julgamento da CML (Câmara Municipal de Londrina) que pode cassar o mandato da vereadora Mara Boca Aberta (Podemos).
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade