Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Fique atento!

Rolândia alerta cidadãos sobre notícia falsa a respeito de supostos cursos promovidos pela Prefeitura

Caroline Knup - Especial para o Portal Bonde
19 set 2023 às 16:26
- Freepik
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A Secretaria Municipal de Assistência Social de Rolândia informou, por meio das redes sociais da Prefeitura, que notícias sobre supostos cursos promovidos pela entidade são falsas. A Central Municipal de Cursos orienta que a população não passe dados pessoais e preencha formulários on-line em sites de origem duvidosa.


"Quando o curso for promovido pela Prefeitura ou com o apoio da Prefeitura (como muitos são), a divulgação irá acontecer nos canais oficiais, com o link a partir desse canal oficial", afirma na legenda da publicação no Instagram.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


A postagem compartilhada nas redes sociais mostra, também, uma imagem que tem sido utilizada pelos criminosos para divulgar os cursos falsos.

Leia mais:

Imagem de destaque
Localizado em Paranavaí

Maior núcleo genético de suínos da América Latina começa a comercializar animais

Imagem de destaque
Jorge Guaranho

Justiça nega pedido de prisão domiciliar de bolsonarista que matou petista no Paraná

Imagem de destaque
Por mais de 10 quilômetros

Departamento de Estradas de Rodagem abre edital para obra da duplicação da rodovia entre Arapongas e Sabáudia

Imagem de destaque
Danos

IAT aplica R$ 40,2 milhões em multas por danos ambientais no 1º trimestre de 2024



Na publicação, a Prefeitura de Rolândia lamenta a notícia falsa e as tentativas de golpe, uma vez que, atualmente, há cursos gratuitos com inscrições abertas no Município. "Lamentavelmente, alguns [indivíduos] mal-intencionados tentam prejudicar a confundir a população."


O vereador de Rolândia Andrezinho da Farmácia (União), assim como servidores municipais, têm recebido reclamações sobre a tentativa de golpe. A Prefeitura pede que, caso os cidadãos tenham conhecimento sobre os indivíduos responsáveis pela notícia falsa, denunciem por meio dos números 181 ou 190.

Publicidade


A prática de divulgação de formulários falsos para a obtenção de dados pessoais é frequente entre golpistas e é conhecida como phishing. Apesar de simples, o golpe é considerado perigoso, uma vez que, com as informações obtidas, os criminosos podem acessar cartões, aplicativos de banco, fazer compras e outros.


As mensagens elaboradas pelos golpistas são divulgadas não somente nas redes sociais, mas também via e-mail, WhatsApp e outros aplicativos de interação entre usuários. É comum, ainda, que os textos enviados tenham senso de urgência, o que induz as vítimas a agirem de forma rápida e sem prestar atenção aos detalhes.

Publicidade


Imagem
Roubo de celular: dicas para reduzir os transtornos
Roubos de celulares estão cada vez mais comuns. Além do valor de revenda dos aparelhos, criminosos se aproveitam das informações armazenadas nos smartphones para aplicar golpes financeiros.


A advogada Patrícia Eliane da Rosa Sardeto, que também é coordenadora do curso de Direito da PUC-PR (Pontifícia Universidade Católica do Paraná) - Campus Londrina, aponta que as estratégias utilizadas pelos criminosos têm se diversificado cada vez mais.


"Na maioria dos casos, as estratégias são muito bem articuladas e a falsificação de páginas oficinais é quase perfeita. Sendo assim, a melhor precaução é conferir direto no site da promoção, do curso ou de qualquer outro caso, assim como ligar para o amigo ou parente para tirar a dúvida. Atitudes rápidas como essas irão poupar muita dor de cabeça", orienta.

Publicidade


Além dos prejuízos financeiros e dos danos à imagem das vítimas, os golpes que envolvem roubo de dados podem causar problemas à saúde mental, sobretudo quando os criminosos utilizam a imagem do indivíduo enganado para produzir fotos e vídeos falsos.


Júlia Lonardoni Ramos, advogada e membro do Grupo de Pesquisa em Direito e Inovação Tecnológica da PUC-PR, orienta que, após ser vítima de golpes que envolvem o roubo de informações pessoais, o indivíduo deve, primeiramente, registrar um B.O. (Boletim de Ocorrência) para evitar possíveis danos futuros, como cobranças.

Publicidade


Caso a ação envolva o roubo de dados financeiros, como informações bancárias, a vítima deve, de forma imediata, comunicar a instituição financeira e solicitar o bloqueio de todas as contas e cartões.


Imagem
De bloqueio na operadora à boletim de ocorrência, saiba o que fazer se celular for perdido ou roubado
O Brasil tinha, em julho de 2021, 246,8 milhões de acessos móveis, conforme dados da Anatel (Agência Nacional de Telecomuni


Ramos lista, ainda, ações simples que podem ser tomadas para evitar os golpes, que têm se tornado cada vez mais comuns:

Publicidade


- Redefinir as senhas de todas as contas com frequência;

- Não utilizar a mesma senha para mais de uma conta;

- Não salvar login (usuário e senha) nos navegadores de internet;

- Ativar segundo fator de autenticação às contas em sites e aplicativos para adicionar uma camada extra de segurança.


"Além das dicas comuns de segurança cibernética, como optar por senhas fortes e manter duplo fator de autenticação, evitar utilizar redes públicas de Wi-Fi e não conectar dispositivos móveis em pontos de carregamento públicos via USB, diria que o mais importante é estar atento a todas as informações que consumimos na internet e ao menor sinal de alerta, fazer uma checagem rápida buscando a fonte da informação recebida", finaliza Sardeto.

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade