Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Em Foz

Tutor é preso por matar pitbull após animal atacar cão da vizinha no PR

UOL/Folhapress
26 abr 2024 às 08:00
- Divulgação/Sesp
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Um homem foi preso suspeito de matar a tiros um pitbull que ele criava, após o animal atacar o cachorro de uma vizinha, em Foz do Iguaçu (Oeste), nesta quinta-feira (25).

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Leia mais:

Imagem de destaque
Vereador pede vista

Vereadores de Apucarana discutem projeto que permite sepultamento de pets em cemitérios do município

Imagem de destaque
Em Piraquara

No Paraná, adolescentes dizem à polícia que retiraram corpo de túmulo por curiosidade

Imagem de destaque
Prefeitura também contribuirá

Com investimento da Itaipu, Ibiporã implantará Parque Municipal dos Tucanos

Imagem de destaque
Manutenção na rede

Desligamento de energia afeta abastecimento de água em bairros de Londrina e Cambé nesta quarta-feira

O pitbull conseguiu escapar da casa em que era criado, atacou e matou o cachorro de porte menor, que era de uma vizinha e estava na calçada. Após perceber o ocorrido, a tutora do cão morto começou a gritar e o pitbull retornou para a casa de seu tutor. As informações foram repassadas pela Polícia Civil do Paraná.

Publicidade


Pouco tempo depois, foram ouvidos tiros vindos da casa do homem. Segundo a vizinha relatou aos policiais, o tutor disse para ela que havia matado o próprio animal. "Meu cachorro matou o seu, mas eu também executei o meu", teria falado ele, de acordo com a polícia.


O tutor foi preso em flagrante no momento em que ia enterrar o corpo do pitbull. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Emerson Ferreira de Souza, na casa dele os agentes encontraram quatro estojos de balas que teriam sido usados para matar o animal, mas a arma não foi localizada.

Publicidade


Ainda, foram apreendidos o celular dele, placas de veículos, entre elas duas brasileiras e outras duas do Paraguai, em ambos os casos de veículos furtados, e R$ 13,5 mil em espécie, que o homem disse ser da venda de um carro. Ele teria confessado que matou o animal, mas negou que as placas dos automóveis sejam dele.


O homem é suspeito de outros crimes. Ele vai responder pelo crime de maus-tratos aos animais, posse ilegal de arma de fogo de uso restrito e por suspeita de adulteração de veículos automotores. Ele também será investigado por suspeita de receptação e associação criminosa.


Como não teve a identidade divulgada, não foi possível localizar sua defesa. O espaço segue aberto para manifestação.


Imagem
Macaco entra em mercado, bebe cerveja, abre alimentos e é apreendido em SC
Um macaco foi apreendido após entrar em um supermercado no bairro Rocio Grande, em São Francisco do Sul (SC), beber cerveja e abrir alimentos.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade