Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Inclusão Digital

Varredores de Curitiba terão aulas de informática

Redação Bonde
30 jun 2006 às 19:27
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A inclusão digital chegou aos coletores e varredores de lixo de Curitiba. Os trabalhadores terão aulas gratuitas de informática a partir de 4 de julho. O projeto faz parte do Programa de Inclusão Digital Itinerante, do Sesi Paraná, e beneficia 45 colaboradores na primeira etapa.

As aulas de Windows, Word, Excel e Internet, além de cidadania e responsabilidade social, têm duração de quatro horas e serão realizadas durante dez dias, cinco vezes por semana, com a opção de três turnos – manhã, tarde e noite. Parceria do Sesi Paraná com o Sesi Nacional e a Fundação de Estudos do Paraná (Fesp), o projeto tem como diferencial também o fato de que as aulas são ministradas dentro das empresas, em laboratórios itinerantes de informática, equipados com notebooks. Os instrutores, contratados pela Fesp, foram treinados pelo Sesi Paraná, que também fornece todo o material didático para as aulas.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade


Como a empresa de gestão ambiental responsável pela limpeza pública de Curitiba já oferece o Programa de Escolarização Tempo de Estudar, que propicia volta aos estudos a 400 colaboradores que deixaram os bancos escolares, o Programa de Inclusão Digital complementa o trabalho de alfabetização da empresa.

Leia mais:

Imagem de destaque
Equoterapia

Terapia com cavalos da PMPR colabora na qualidade de vida de pessoas com deficiência

Imagem de destaque
2.450 oportunidades em Londrina

Agências do Trabalhador anunciam 21,5 mil vagas no Paraná, maior número do ano

Imagem de destaque
Jovem Dionísio

’Cê reparou que eu me arrumei?': nova trend das redes sociais é do Paraná

Imagem de destaque
Com Minnie e Mickey

Paraná recebe pela primeira vez a Disney Magic Run; saiba como participar

De acordo com Isabel Cristina Ribas, técnica da Coordenação de Educação do Sesi Paraná e gestora do projeto, o sucesso do curso começa com a vontade dos alunos de aprender. "Eles estão dando o primeiro passo rumo a uma inclusão digital prática. A iniciativa dos alunos vai nos ajudar a aperfeiçoar ainda mais o projeto nesta fase piloto", explica.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade