Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Duas horas a menos

Vereador quer reduzir horário de trabalho da Câmara

Redação - Bonde
09 jul 2003 às 10:32
Continua depois da publicidade

O vereador Jair Cézar (PTB) vai propor, logo após o recesso da Câmara, em agosto, o fim dos dois turnos de trabalho na Câmara de Vereadores. Ele sugere a adoção do turno único de seis horas, das 13 às 19 horas.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Caso a proposta seja aprovada pelos vereadores, os funcionários da Câmara passariam a trabalhar duas horas a menos todos os dias, já que, atualmente, eles trabalham em dois turnos de quatro horas.

Continua depois da publicidade


O argumento do vereador Jair Cézar é que a redução na jornada traria, segundo ele, uma economia de R$ 800 mil por ano ao município. Em entrevista à rádio CBN, ele disse que 80% do público procura a Câmara no período da tarde, e, por isso, o atendimento não seria prejudicado.


O vereador Adenival Gomes (PT), da bancada de oposição, discorda radicalmente da idéia. Segundo ele, a maioria dos vereadores também é contrária ao projeto de Jair Cézar.


Gomes diz que existem outras maneiras de se economizar dinheiro sem prejudicar o atendimento à comunidade. Ele diz que, só em publicidade, a Câmara teria gasto mais de R$ 3 milhões no ano passado, e a economia poderia começar a partir desse ponto.

Continua depois da publicidade


Em entrevista à rádio CBN, o vereador aproveitou para alfinetar a bancada de apoio ao prefeito Cassio Taniguchi, que pretende apresentar um projeto que aumentaria de 35 para 37 o número de vereadores da cidade. De acordo com Gomes, isso é desnecessário e imoral, e traria ainda mais despesas para a Câmara.

Uma alternativa citada pelo vereador Jair Cézar é instituir o turno único somente para os 350 funcionários administrativos da casa, que são concursados. Os outros 350 funcionários, que são ligados aos gabinetes e são comissionados, poderiam continuar trabalhando durante todo o dia.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade