Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Servidores estaduais e piloto

Vítimas de queda de avião no Litoral do PR são sepultadas em Umuarama

Jéssica Sabbadini - Especial para a Folha de Londrina
09 jul 2023 às 09:30
- BPMOA
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

As três vítimas do acidente aéreo que mobilizou o Corpo de Bombeiros do Paraná e a Força Aérea Brasileira (FAB) foram sepultadas sábado (8), em Umuarama, no cemitério municipal.


O avião decolou de Umuarama na manhã da última segunda-feira (3). Cerca de 10 minutos antes de chegar ao destino, no litoral paranaense, por volta das 10h, a aeronave fez seu último contato com o radar. 

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Estavam no avião os servidores estaduais Felipe Furquim, 35, e Heitor Genowei Junior, 42, além do piloto, Jonas Borges Julião, 37. As três vítimas são de Umuarama. Após cinco dias de buscas, o avião foi encontrado na tarde desta sexta-feira (7), na região do Pico Canavieiras, na Serra do Mar, com os tripulantes mortos.

Leia mais:

Imagem de destaque
PR-090

Ponte entre Porecatu e Alvorada do Sul será interditada para obras na próxima segunda-feira (26)

Imagem de destaque
Colisão

Trecho de ferrovia em Rolândia deve ser liberado ainda nesta segunda-feira

Imagem de destaque
UEPG

Museu prepara acervo de fotos para exposição sobre o Norte Pioneiro

Imagem de destaque
Atendimento remoto

Com E-Fórum, Paraná terá novos espaços para atendimentos do Judiciário


De acordo com informações fornecidas pela assessoria de comunicação da Força Aérea Brasileira, o “acesso à localização dos dispositivos móveis dos tripulantes, como tablets e smartphones, foi um dos meios utilizados que contribuíram para a conclusão das buscas”. 

Publicidade


Segundo a FAB, com o auxílio de um aplicativo de navegação com geolocalização instalado no tablet do piloto e o acesso à plataforma disponibilizado por familiares, foi possível identificar a provável localização da aeronave”. A nota também acrescenta que os pilotos da FAB já estavam no local do acidente quando receberam as coordenadas geográficas.


Em entrevista coletiva após o fim das operações, o major Fabrício Frazatto, que comandou os trabalhos, disse que mais de 200 pessoas participaram das buscas, dentre militares e civis, e que, apesar das vítimas terem sido encontradas já sem vida, o sentimento é de missão cumprida.

Publicidade


Caracterizando o terreno como de alta complexidade, o major afirmou que o local não permitia visão aérea, sendo necessário que as equipes se infiltrassem no mato. De acordo com ele, a aeronave foi localizada a uma altitude de 650 metros em uma área de aclive. Tanto o acesso dos socorristas quanto a retirada dos corpos foi feito pelas equipes aéreas. A operação foi finalizada às 18h desta sexta-feira.


Sobre a perda de comunicação com o radar antes da queda, o major ressaltou que a aeronave voava em baixa altitude dentro de um vale entre duas cadeias de montanhas. Segundo ele, o tempo estava ruim, com a presença de chuva e neblina, mas ainda não é possível saber o motivo exato do piloto estar conduzindo a aeronave em baixa altitude.

Publicidade


Sobre as causas do acidente, a assessoria da FAB ressaltou que investigadores do Quinto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA V), órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), foram acionados para realizar a Ação Inicial da ocorrência. 


Nesse primeiro momento, “são utilizadas técnicas específicas, conduzidas por pessoal qualificado e credenciado que realiza a coleta e confirmação de dados, a preservação de indícios, a verificação inicial de danos causados à aeronave, ou pela aeronave, e o levantamento de outras informações necessárias ao processo de investigação”. 

Publicidade


A assessoria da Força Aérea acrescentou que “a conclusão das investigações terá o menor prazo possível, dependendo sempre da complexidade de cada ocorrência e, ainda, da necessidade de descobrir os possíveis fatores contribuintes”.


Em nota publicada nas redes sociais, a Prefeitura de Umuarama decretou luto oficial de três dias e ressaltou que o prefeito da cidade, Celso Pozzobom, “se solidariza com a legião de amigos e em especial com as famílias enlutadas”. A Câmara Municipale Umuarama também determinou três dias de luto oficial com bandeiras a meio mastro e disse que “o falecimento deixa a comunidade consternada e sensibiliza todos os servidores e vereadores do Poder Legislativo Municipal”.


LEIA TAMBÉM:

Imagem
Avião que estava desaparecido é encontrado no litoral do Paraná sem sobreviventes
O avião bimotor que decolou de Umuarama (noroeste) com destino a Paranaguá (litoral) e que estava desaparecido desde segunda-feira (3) foi encontrado na região do Pico Canavieiras, na Serra do Mar.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade