Pesquisar

Canais

Serviços

- Divulgação
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Caso enviado ao MP

Em inquérito, Polícia aponta médico como responsável pela morte de fisiculturista

Redação Bonde
28 dez 2015 às 18:15
Continua depois da publicidade

A Polícia Civil concluiu o inquérito acerca do caso envolvendo a fisiculturista Renata Muggiati, morta no dia 12 de setembro, em Curitiba. Segundo as investigações, ela já estava morta antes de cair do apartamento onde morava. A informação é da Divisão de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP).

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

O namorado dela, Raphael Suss, foi indiciado por homicídio qualificado. Para a Polícia, ele é o responsável pela morte de Renata. A partir de agora, o caso será encaminhado ao Ministério Público (MP), que decidirá sobre a oferta ou não de denúncia contra o médico. A defesa dele continua alegando inocência.

Continua depois da publicidade


Renata vivia no 31º andar de um prédio no centro de Curitiba. Inicialmente, o caso foi tratado como suicídio. Dias depois, o namorado dela foi preso temporariamente, acusado de tê-la matado.

Vale lembrar que o laudo do IML apontou morte por asfixia e não pela queda. O resultado da necropsia, realizada por um médico legista, no entanto, afirmou não ter havido asfixia. (Com informações da Banda B).


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade