Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Dois suspeitos fugiram

Homem tenta furtar loja com carro roubado e acaba preso na Zona Norte de Londrina

Redação Bonde
28 abr 2024 às 16:00
- Divulgação/PMPR
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Um homem foi preso acusado de tentar furtar uma loja de roupas com um carro roubado na avenida Lucílio de Held, no bairro Nova Olinda, na Zona Norte de Londrina, na madrugada deste domingo (28).


Segundo a Polícia Militar, uma equipe estava indo atender uma ocorrência de perturbação de sossego na região quando, ao passar pela avenida, viu um carro em frente a um estabelecimento comercial que estava com o alarme disparado. A situação levantou suspeita nos policiais.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Os agentes, então, foram até o local e encontraram dois homens, que fugiram ao avistar a polícia. No entanto, os policiais avistaram um terceiro suspeito, que saiu da loja de roupas e, ao entrar no veículo, foi abordado.

Leia mais:

Imagem de destaque
Acusado de violência doméstica

Suspeito de importunar sexualmente uma criança é preso com arma em Apucarana

Imagem de destaque

Presa por ameaçar policiais, mulher resiste e motiva agressão em Apucarana

Imagem de destaque
Quebrou vidro da janela

Homem é preso por ameaçar esposa de morte e tentar invadir casa em Apucarana

Imagem de destaque
Acusado foi até a Delegacia

Grávida de oito meses, mulher é agredida e suspeito é preso em Londrina


Durante a busca pessoal, nada de ilícito foi encontrado. Ao verificar o estabelecimento comercial, porém, os policiais constataram que a loja tinha acabado de ser arrombada. Os suspeitos teriam cortado o cadeado do portão e estourado a fechadura de uma porta de vidro.

Publicidade


A Polícia Militar disse que o furto de produtos só não aconteceu porque os criminosos perceberam a presença dos agentes.


Os policiais fizeram, também, uma vistoria no carro. Ao verificar o chassi, constataram que havia um alerta de furto em aberto.


O proprietário do estabelecimento comercial foi comunicado pelos agentes e foi até o local. O homem disse que não havia nada faltando e o único fator incomum seria o arrombamento.


Imagem
Título da página
Descrição da página


Imagem
Título da página
Descrição da página
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade