Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Morte de casal na RMC

Neonazista preso teria fornecido arma para crime no PR

Redação Bonde
22 out 2009 às 17:43
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Um dos neonazistas que foi preso em Porto Alegre (RS), por ter tentado matar um segurança negro do Trensurb, teria fornecido a arma que matou um casal na região metropolitana de Curitiba, que também integraria um grupo neonazista. A informação é do delegado Paulo César Jardim, da 1ª Delegacia de Polícia Civil de Porto Alegre.

A arma de onde partiu os disparos que mataram os universitários Bernardo Dayrell Pedroso, 24 anos, e Renata Waechter Ferreira, 21, em maio deste ano, foi obtida por Laureano Toscani na Argentina. Toscani nega.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Toscani, 24, e Daniel Fabrício Silva de Oliveira, 21, foram presos no final da noite desta quarta-feira (21) por tentativa de homicídio em Porto Alegre. Eles agrediram um segurança do Trensurb, no centro da cidade, pouco depois das 11 da noite. Dois suspeitos fugiram.

Leia mais:

Imagem de destaque
Crime brutal

Mulher fica em estado grave após ser atingida no rosto por ácido em Jacarezinho

Imagem de destaque
Falsária

Cliente envia nota de falecimento para pizzaria após golpe com Pix em PE

Imagem de destaque
Estupro de vulnerável

Coletor de lixo é preso por tentar beijar alunos em escola de São Paulo

Imagem de destaque
Crianças ficaram feridas

Condutor de carroça morre após carro bater na traseira do veículo em Fenix


A dupla pretendia urinar no saguão da estação quando foi interpelada pelo segurança Agnaldo Silva da Silva, 30, que é negro. Houve xingamentos e uma facada, que atingiu o pescoço da vítima, que passa bem.

Os dois suspeitos foram encontrados nas imediações por uma guarnição da Brigata Militar e detidos. (Com informações do Jornale)


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade