Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Solicitação do prefeito

Câmara de Londrina vai convocar sessões extraordinárias para votar Projetos de Lei do Executivo

Douglas Kuspiosz - Especial para a Folha
06 dez 2023 às 09:20
- Divulgação
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O prefeito Marcelo Belinati (PP) solicitou à CML (Câmara Municipal de Londrina) a convocação de uma série de sessões extraordinárias para discussão de projetos de lei de interesse do Executivo. 


A ideia é que 22 propostas sejam apreciadas ainda em 2023 pelos parlamentares londrinenses.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Com isso, serão pelo menos quatro extraordinárias nas próximas semanas. A primeira está marcada para esta sexta-feira (8), às 13h30, e as demais devem ocorrer nos dias 15 (sexta), 18 (segunda), ambas às 9h, e no dia 20, às 13h30.

Leia mais:

Imagem de destaque
No X (antigo Twitter)

Milei compartilha mensagens que associam Lula ao Hamas e exaltam ato de Bolsonaro

Imagem de destaque
Ex-presidente inelegível

Ato reúne apoiadores de Bolsonaro na Avenida Paulista, em São Paulo

Imagem de destaque
Polêmica

Declaração de Lula sobre ação militar de Israel dá força a manifestações da extrema direita

Imagem de destaque
Tentativa de golpe

Militares da ativa escreveram carta para pressionar Exército a participar de golpe, diz PF


“Nós chegamos a mais um final de ano e sabemos da importância do Legislativo em Londrina e o quanto nós decidimos o que acontece na cidade”, disse o presidente da CML, Emanoel Gomes (Republicanos), pontuando que os PLs do Executivo são “importantes para o desenvolvimento da cidade, não apenas agora, mas para o próximo ano”.

Publicidade


O documento datado de 1° de dezembro lista uma série de projetos que vai desde o 135/2019, que trata da Regularização Fundiária Urbana de Londrina, até o 179/2023, que apresenta o orçamento do município para 2024.


“É importante frisar que na sessão extraordinária o vereador não recebe nada a mais por isso. É nossa função e estamos aqui para trabalhar pela população”, acrescentando que os 22 PLs já eram previstos “e a Câmara não se furtou do seu papel de legislar”. 

Publicidade


“Toda a Casa, a assessoria jurídica e regimental, está concentrada para que possamos, até a última sessão, estar com todos os projetos aprovados e sancionados pelo Executivo.”


A tendência é que as sessões extraordinárias não discutam projetos do Legislativo, já que estes estão sendo pautados normalmente. “O foco é nesses 22 que estão tramitando”, diz o presidente.


Leia a reportagem completa na FOLHA DE LONDRINA:


Imagem
Câmara vai convocar sessões extraordinárias para votar PLs do Executivo
O ofício encaminhado por Marcelo Belinati (PP) cita a necessidade de aprovar 22 projetos ainda neste ano
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade