25/02/21
PUBLICIDADE
Eleições municipais

Conheça as facilidades do aplicativo E-título

Divulgação
Divulgação


Apesar de todas as medidas de segurança que vêm sendo adotadas, ainda há algum risco de contaminação durante a votação nas eleições de 2020. Em virtude disso, a Justiça Eleitoral lançou um aplicativo para celular - chamado E-título - que permite a realização de diversos serviços virtualmente e, em algumas hipóteses, substitui o documento original.


O aplicativo já foi baixado por mais de 10 milhões de pessoas e conta com vários serviços que facilitam o dia da votação. Além de não precisar justificar a ausência às urnas presencialmente, ele permite emitir certificados oficiais, consultar o local de votação, checar pendências de documentos, se cadastrar para mesário ou voluntário, além de sanar possíveis dúvidas dos eleitores na área de "perguntas frequentes”.

A ferramenta viabiliza tirar a certidão de quitação eleitoral e a certidão de "Nada Consta" criminal eleitoral – tudo sem fazer o usuário se dirigir a algum posto e, com isso, se expor sem necessidade.

Leia no Bonde: Eleitor não será obrigado a portar o título para votação

A Justiça Eleitoral recomenda que todos baixem o app. Ele poderá ser usado como documento oficial para apresentação na sessão eleitoral. Para baixá-lo, é só inserir CPF, data de nascimento e filiação. O sistema localiza o título e o cidadão recebe uma senha de acesso.

Medidas de biossegurança

Para evitar movimentação no dia e respeitar o distanciamento, os locais estarão preparados para tornar o processo seguro. O presidente do TSE, Luiz Roberto Barroso, afirma ter consultado especialistas para determinar as recomendações.

Os mesários passaram por treinamentos para seguir protocolos e conduzir os eleitores para o registro do voto. As máscaras continuam obrigatórias para todos; o uso do álcool em gel acontecerá entre uma ação e outra, toda vez que for preciso contato com objetos da sala, como caneta, caderno de registro e urna; as filas serão organizadas para que a distância entre uma pessoa e outra seja cumprida; a biometria estará suspensa e não haverá contato direto com o mesário.

O cidadão poderá mostrar seu documento ou o celular com o E-título à distância.

É o caso de Beatriz Maria (26), designer e eleitora da Zona Sul paulista. Ela já instalou o aplicativo e conta a experiência: "Foi muito rápido. Em menos de quatro minutos já preenchi com meus dados e recebi a senha. Achei o sistema moderno e acredito
que seja bom para a população”.

Maria não poderá registrar seu voto neste ano, pois estará fora da cidade. "Eu vou justificar minha ausência pelo meu celular Xiaomi, sem precisar me locomover. O app facilita tudo”, afirma a designer.
Redação Bonde
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Efeitos da pandemia

Empresários protestam por reparações de prejuízos causados por fechamentos

24 FEV 2021 às 18h55
Norte Pioneiro

Homem é detido em casa com plantação de maconha em Ribeirão do Pinhal

24 FEV 2021 às 17h29
Tesouro Nacional

Dívida pública sobe em janeiro e atinge R$ 5,06 trilhões

24 FEV 2021 às 15h43
Sanepar informa

Bairros de Londrina e Cambé terão abastecimento de água interrompido no próximo domingo (28)

24 FEV 2021 às 14h20
Oportunidades

Cooperativa de Cambé abre 40 vagas para auxiliar de produção

24 FEV 2021 às 14h05
Salmão lidera ranking

Maringá: Procon identifica diferença de até 158% em preço de pescados

24 FEV 2021 às 12h15
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados