Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comemoração

Festa de 94 anos de Sarney reúne ministros e líderes do Congresso em Brasília

Catia Seabra - Folhapress
25 abr 2024 às 13:17
- Marcelo Camargo/Agência Brasil
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

"Eu desejo tudo de bom para o senhor, viu?" A congratulação do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Flávio Dino ao seu antigo rival político serve de síntese do que foi a celebração dos 94 anos do ex-presidente José Sarney (MDB), na noite desta quarta-feira (24), em Brasília.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Leia mais:

Imagem de destaque
Incluindo jogo do bicho

Lula afirma que vai sancionar projeto que libera cassinos e jogos de azar

Imagem de destaque
Segue até 28 de junho

STF retoma julgamento sobre atendimento de pessoas trans no SUS

Imagem de destaque
Medida polêmica

Projeto de Lei obriga instalação de telas de proteção em apartamentos de Londrina

Imagem de destaque
Entenda

Lula se vacinou contra dengue na rede privada, sem divulgar e antes da campanha do SUS

"Na festa de cem anos dele vai haver 20 mil pessoas", brincou Dino, ao comentar o volume de convidados que lotaram os jardins da casa do aniversariante, em um bairro nobre da capital.

Publicidade


Governistas e opositores prestigiaram a festa. Ao menos nove ministros do governo Lula participaram da comemoração comandada pela filha e deputada, Roseana Sarney, e seus irmãos Sarney Filho e Fernando Sarney.


O presidente Lula (PT) não compareceu, mas telefonou horas antes. Seu vice, Geraldo Alckmin (PSB), o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, e José Múcio (Defesa) estiveram entre os que passaram por lá. Haddad foi um dos primeiros a chegar, em uma breve passagem pela festa.

Publicidade


Alexandre Padilha (Relações Institucionais), Esther Dweck (Gestão), Wellington Dias ( Desenvolvimento e Assistência Social), Waldez Góes (Desenvolvimento Social), André Fufuca (Esportes) e Juscelino Filho (Comunicações) também estavam entre os convidados.


Além de Dino, os ministros do STF Kassio Nunes Marques e Cristiano Zanin foram à festa, que também contou com a presença do presidente do TCU (Tribunal de Contas da União), Bruno Dantas, e do ex-procurador-geral Augusto Aras.

Publicidade


Os presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), estiveram na homenagem a Sarney, bem como a presidente do PT, Gleisi Hoffmann (PR), o do Republicanos, Marcos Pereira (SP), e do MDB, Baleia Rossi (SP).


Pré-candidatos à vaga de Lira, assim como Pereira, os líderes do PSD, Antônio Brito (BA), e do MDB, Isnaldo Bulhões (AL), marcaram presença.

Publicidade


Os convidados da festa, regada a espumante, vinho e whisky 12 anos, puderam testemunhar o efusivo abraço entre os deputados Aécio Neves (PSDB-MG) e Lindbergh Farias (PT). Também puderam captar, entre uma e outra conversa, Danilo Forte (União Brasil-CE) recomendar que o ex-ministro petista José Dirceu dê um "jeito no governo".


Os ex-senadores Luiz Estevão, José Roberto Arruda, Gim Argello e o ex-presidente da Câmara João Paulo Cunha também estavam entre os convidados.


Ainda recuperando-se de fraturas no úmero e na clavícula, devido a uma queda sofrida em fevereiro, Sarney -que passa por sessões diárias de fisioterapia– recebeu, por mais de cinco horas, os cumprimentos. De pé, ou sentado ao lado da esposa, Marli, Sarney posou para fotos e conversou com os convidados.


Imagem
Reforma da Câmara de Londrina deve ser entregue 'dentro do previsto', diz diretor
A reforma do prédio da CML (Câmara Municipal de Londrina) está avançando dentro do cronograma previsto.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade