Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Debate na Câmara

Mais duas empresas ganham terrenos com condição de aderir ao Boa Praça

Lucas Marcondes - Grupo Folha
12 jul 2023 às 13:30
- Devanir Parra/CML
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Doações de terrenos públicos para duas indústrias da cidade foram aprovadas em segunda discussão durante a sessão desta terça-feira (11) da CML (Câmara Municipal de Londrina). Tramitando desde 2021, ambas as propostas foram enviadas pela gestão do prefeito Marcelo Belinati (PP).


Os textos incorporaram emendas assinadas pela Prefeitura que colocam a adesão ao Boa Praça entre as obrigações que as firmas beneficiadas devem cumprir. O programa da administração municipal existe desde 2015. Por ele, a iniciativa privada pode “adotar” espaços como canteiros e praças – e, dessa forma, assumir a conservação e manutenção desses locais.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


O projeto de lei 251/2021 repassou para a Suco Natu uma área de 3,4 mil metros quadrados localizada na Rua Meire Cristiane Bonancea Santos, região leste de Londrina. A deliberação do PL teve exatamente os 13 votos necessários para sua aprovação. Entre outras condições, deverão ser gerados 18 empregos diretos – dos quais 11 já existem.

Leia mais:

Imagem de destaque
Na SRP

Londrina: Ministro da Pesca e Aquicultura destaca potencial do Norte do Paraná na piscicultura

Imagem de destaque
Anúncio nesta segunda

Donald Trump anuncia J.D. Vance como vice na disputa pela Casa Branca

Imagem de destaque
Como a facada

Aliados de Lula receiam fortalecimento da direita, e bolsonaristas tentam explorar atentado a Trump

Imagem de destaque
PR é o maior produtor de tilápia

Ministro da Pesca cumpre agenda em Londrina nesta segunda-feira


Por conta de relações de negócios com a indústria, Beto Cambará (Podemos), Chavão (Patriota) e Jairo Tamura (PL) optaram em não votar a matéria. Jessicão (PP), em uma posição já adotada por ela desde o início da legislatura em projetos como esses, deu voto "não". 


Lenir de Assis (PT) se absteve, salientando “não ser contra” a transferência de imóveis, mas voltou a afirmar que tem dúvidas quanto ao modelo que tem sido adotado pelo Executivo – doação e não licitação via concessão de direito real de uso (esta última, sugerida com frequência em pareceres Assessoria Jurídica da Casa).


Leia a reportagem completa na FOLHA DE LONDRINA:


Imagem
Mais duas empresas ganham terrenos com condição de aderir ao Boa Praça
Prefeitura já soma quatro projetos aprovados pela Câmara que estabelecem a adesão ao programa como pré-requisito para doação de imóveis
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade