Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Saiba mais

Na Câmara de Londrina, avançam projetos do Plano Diretor

Douglas Kuspiosz - Grupo Folha
08 mai 2024 às 09:24
- Divulgação
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A Comissão de Justiça, Legislação e Redação da CML (Câmara Municipal de Londrina) marcou para o dia 27 de maio, às 19h, a audiência pública do PL (Projeto de Lei) n° 143/2023, de autoria do Executivo, que trata do Uso de Ocupação do Solo Urbano. Essa é mais uma das leis complementares ao Plano Diretor que tramitam no Legislativo - até o momento, apenas a Lei da Divisão Territorial foi aprovada e sancionada.


Também já estão pautadas as audiências dos códigos de Obras, no dia 20, e de Posturas, no dia 22. Como os projetos estão atualmente na Comissão de Justiça, o objetivo das reuniões será - principalmente - discutir os aspectos constitucionais e legais.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


O líder do prefeito na CML, vereador Eduardo Tominaga (PP), ressalta que é importante a participação dos londrinenses nos encontros, pois são legislações “que mexem com o dia a dia do cidadão”. A audiência será na sede provisória da CML (rua Marselha, 183).

Leia mais:

Imagem de destaque
Acréscimo de 27,12%

Com aval das comissões, aumento salarial da Guarda Municipal de Londrina será votado nesta terça-feira

Imagem de destaque
Evento híbrido

Assédio eleitoral é tema de seminário no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná

Imagem de destaque
Atendimento a critérios

PL, PT e União vão receber 41% dos recursos do Fundo Eleitoral em 2024

Imagem de destaque
Projetos de Lei

Mérito do aumento salarial da GM é indiscutível, mas é preciso ter legalidade, diz presidente da Câmara


“A Lei de Uso de Ocupação do Solo é justamente para que as pessoas entendam quando forem comprar um imóvel residencial ou comercial, ou até mesmo para aqueles que querem abrir uma indústria, [que] existem os locais adequados para fazer esse empreendimento, esse investimento”, citando que os textos do Plano Diretor são estruturais e mexem com a economia da cidade.

Publicidade


O vereador também pontua que os projetos são complementares. A Lei da Divisão Territorial, por exemplo, “conversa” com a de Uso e Ocupação de Solo.


“A lei que determina até onde o município pode se expandir nas questões urbanísticas, que estão dentro do perímetro urbano ou que fazem parte do perímetro dos distritos, já foi determinada. Baseado nisso, agora [será definido] o que as pessoas podem fazer dentro desses perímetros”, sublinha.


SAIBA MAIS NA FOLHA DE LONDRINA.


Imagem
Projetos do Plano Diretor avançam na Câmara de Londrina
A Lei de Uso e Ocupação do Solo será discutida em uma audiência pública no dia 27
Imagem
Moradores de Londrina e região se unem para ajudar a população do Rio Grande do Sul
Em meio à tragédia, a solidariedade. No momento de tristeza e luto, a possibilidade da esperança. Mesmo a mais de mil quilômetros de distância, moradores de Londrina e de cidades da região têm buscado fazer a diferença na vida da população gaúcha.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade