Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Agricultura

Stephanes terá encontro com secretários de 16 estados

Redação Bonde
01 abr 2007 às 14:20
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Secretários de Agricultura de dezesseis estados brasileiros e do Distrito Federal se encontram na próxima terça-feira (03) com o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Reinhold Stephanes, para discutir o controle nacional da febre aftosa. Em fevereiro, um encontro em Belo Horizonte marcou o início da elaboração de propostas de controle sanitário nas fronteiras brasileiras.

No encontro com o ministro, sete estados de fronteira (Acre, Rondônia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul) vão apresentar as propostas para intensificar o controle da doença na região do Brasil com Paraguai, Argentina e Bolívia. O secretário de agricultura do estado de São Paulo, João Sampaio, além de tratar de falta de recursos para a defesa sanitária, discutirá com o Ministro o caso específico de São Paulo e o problema dos embargos.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


"Não registramos febre aftosa há dez anos e sofremos os embargos desde outubro de 2005. A União Européia e Chile precisam olhar São Paulo mais de perto para que este status sanitário seja alterado. Os prejuízos já ultrapassaram os limites do nosso pecuarista", afirma o secretário.

Leia mais:

Imagem de destaque
Em primeiro turno

Lei de Diretrizes Orçamentárias é aprovada e Câmara de Londrina vai convocar audiência pública

Imagem de destaque
Foragidos da Justiça

Condenados por atos golpistas em Brasília quebram tornozeleira e deixam país

Imagem de destaque
Corrida eleitoral

PL retira pré-candidatura de Bruno Ubiratan e vai indicar vice na chapa de Tiago Amaral

Imagem de destaque
STF

Moraes põe freio em ofensiva contra bolsonarismo e reduz tom em decisões


Cada um dos sete estados de fronteira vai apresentar seu projeto, com a indicação dos recursos necessários para intensificação do controle da febre aftosa. A reivindicação é a aprovação dos projetos e a liberação total das verbas para a defesa. Um outro assunto discutido na reunião de Belo Horizonte, e que será levado ao ministro é o uso do Exército para controle do trânsito de animais e produtos na fronteira.

Os secretários de Agricultura também irão pedir que o governo federal, por intermédio do setor diplomático, intensifique as negociações com os países vizinhos para, juntos, se adequarem a todas as normas de vigilância sanitária.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade