Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Protesto na Câmara

Vereador reclama de ofensas e faixas no plenário

Rafael Fantin - Redação Bonde
14 jun 2012 às 15:58
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O vereador Roberto Fú (PDT) reclamou das manifestações no plenário da Câmara Municipal de Londrina por meio de faixas de protesto, consideradas ofensivas pelo parlamentar.

Os movimentos populares e os estudantes passaram acompanhar os trabalhos no Legislativo com mais frequência, após a prisão de aliados da administração municipal, detidos por tentativa de suborno ao vereador Amauri Cardoso (PSDB). Além disso, os manifestantes cobram os parlamentares por causa da votação da CP da Centronic, que pode culminar com a cassação do prefeito Barbosa Neto (PDT).

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade


Ao ler uma das faixas, Fú rebateu que a "carapuça não serve" para ele e também afirmou que "não aceita ofensas ou desafios". Ele ainda ameaçou apresentar no telão do plenário, na próxima terça-feira (19), decisão judicial contra as manifestações ofensivas. "Não estou sendo investigado de nada nesta cidade", justificou.

Leia mais:

Imagem de destaque
Crescimento de 1,54%

Londrina registra 399,7 mil eleitores municipais em 2024

Imagem de destaque
Ano eleitoral

Arquidiocese de Londrina apresenta cartilha com orientações para eleição municipal

Imagem de destaque
Debate inevitável

Cúpula da Câmara quer discutir nova reforma da Previdência em 2025

Imagem de destaque
Pedidos de renúncia

Porta-voz da Casa Branca diz que Biden terminará o mandato

Durante o discurso, o vereador revelou que cobrou transparência de Barbosa em conversa privada. "Já olhei nos olhos do prefeito e disse: Se você errou, vai ter que pagar", lembrou. Sobre a CP da Centronic, ele declarou que não vai "passar a mão na cabeça de ninguém", mesmo com o risco de perder o mandato. No entanto, Fú amenizou o assunto e afirmou que o julgamento ainda é precoce.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade