Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Diversos problemas nas obras

Prefeitura de Londrina multa empresa da trincheira na Leste-Oeste em quase R$ 1 milhão

Pedro Marconi - Grupo Folha de Londrina
18 mar 2024 às 15:17
- Reprodução
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Cerca de um ano depois de abrir um processo de penalidade contra a TCE Engenharia, a prefeitura multou a empresa em R$ 915 mil por uma série de problemas constatados na construção da trincheira no cruzamento da avenida Leste-Oeste com a Rio Branco, na área central de Londrina. O valor corresponde ao percentual de 5% sobre o saldo remanescente na data em que a ação administrativa foi iniciada.


O município elencou sete situações para justificar a punição: mão de obra insuficiente, falta de maquinário, equipamentos parados, ausência de solução de imóveis vizinhos afetados pela obra, demora para formalização de respostas para notificações, possível impropriedade na gestão de operações realizadas, ou seja, carência de cuidado e reparo, e paralisações devido a protestos dos empregados.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


No documento que embasou a decisão do poder público londrinense, que a FOLHA teve acesso, é destacado que mesmo após os aditivos de tempo, a empreiteira “manteve um ritmo bem abaixo do que era devido para o alcance da conclusão da obra”. De acordo com um gráfico anexado, até outubro do ano passado a empreiteira nunca alcançou a evolução entre um mês e outro seguindo o que estava no cronograma. Em fevereiro de 2023, por exemplo, o ritmo desejado de execução era de 9,6%, porém, foi feito somente 1,84%.

Leia mais:

Imagem de destaque
Luto

Morre Maria José Piana, esposa do vice-governador do Paraná, aos 77 anos

Imagem de destaque
Você também sentiu?

Abalo sísmico faz a terra tremer em Cambé neste domingo; veja relatos

Imagem de destaque
Colisão frontal

Ciclista morre atropelado por moto em rodovia da Região Metropolitana de Londrina

Imagem de destaque
Santo Antônio da Pplatina

Policial militar morre ao colidir moto que pilotava em caminhão na BR 153


Entre as alegações apresentadas pela construtora para se defender estão intercorrências que prejudicaram o andamento dos serviços, inconsistências na compatibilização dos projetos, irregularidades em imóveis no entorno e morosidade em desapropriação, modificações no projeto por iniciativa da prefeitura ao longo da execução, erros nas sondagens, impactos da pandemia de Covid-19 e atrasos de pagamentos.


Outa alegação foi de que não houve “atraso em razão da revisão do cronograma de obras, realizada antes da notificação administrativa que instaurou o processo”. Os fundamentos não convenceram o município. “O que se concluiu é que a empresa tem responsabilidade pelo atraso e que não está imprimindo o ritmo adequado de execução”, frisou o secretário municipal de Gestão Pública, Fábio Cavazotti.


CONTINUE LENDO NA FOLHA DE LONDRINA

Imagem
Empresa da trincheira na Leste-Oeste é multada em quase R$ 1 milhão
Prefeitura listou sete problemas no decorrer da obra, como falta de maquinário e mão de obra; construtora pode apresentar defesa
Imagem
Conheça as quatro maiores rodas-gigantes do Brasil
O Brasil possuí quatro rodas-gigantes imponentes com uma altura considerada e que são parecidas com aquelas famosas de outros países, como a London Eye de Londres por exemplo. O Portal Bonde preparou uma lista com as 4 maiores rodas-gigantes.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade