Pesquisar

Canais

Serviços

Vivian Honorato/N.com
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Almoço

Restaurante Popular de Londrina serve refeições no dia 24 e 31 de dezembro

Redação Bonde com N.com
24 dez 2021 às 11:13
Continua depois da publicidade

Oferecendo cerca de 300 vagas diárias, o Restaurante Popular de Londrina serve refeições nesta sexta-feira (24), véspera de Natal,  e também na véspera de Ano-Novo, dia 31 de dezembro. 

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Em ambas as datas, a unidade atenderá das 11h às 14h. O estabalecimento fica na rua Professor João Cândido,14, ao lado do Terminal Urbano Central.

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


Nesta sexta, a população pode saborear empanado de frango e creme de milho. Veja o cardápio completo.


Já no dia 31, serão servidos arroz, feijão, sobrecoxa assada e farofa temperada, assim como salada e sobremesa.


O estabelecimento promete seguir todas as medidas de prevenção à propagação do novo coronavírus, como o distanciamento social e a disponibilização de álcool em gel.


Mantido pela Diretoria de Abastecimento, da SMAA (Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento), o Restaurante Popular estabelece no seu contrato de funcionamento que pelo menos 30% dos gêneros alimentícios adquiridos sejam oriundos da agricultura familiar.

Continua depois da publicidade


A medida busca incentivar e promover o pequeno produtor local, garantindo alimentos frescos e de qualidade.


Segundo a nutricionista Priscila Ortega, que é da Sepat, empresa contratada através de licitação para gerenciar o estabelecimento, a equipe da unidade procura sempre preparar uma quantidade de refeições suficiente para a demanda diária, ao mesmo tempo evitando o desperdício de alimentos. 


“Planejamos as refeições para que cada uma delas tenha em média 2 mil calorias, que é a quantidade recomendada para uma pessoa adulta. Todas as refeições são nutricionalmente balanceadas e compostas por alimentos saudáveis, sem temperos industrializados ou artificiais”, disse. 

Continue lendo