Pesquisar

Canais

Serviços

Quinto boletim divulgado pelo IAP mostra que 23 pontos do litoral paranaense são próprios para banho - Arquivo Bonde
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Balneabilidade

Melhora qualidade da água nas praias do PR

Heloísa Prado - Bonde
17 jan 2007 às 17:17
Continua depois da publicidade

O quinto boletim de balneabilidade divulgado nesta quarta-feira (17) pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP) traz 23 pontos próprios para banho no Litoral paranaense – cerca de 60% dos 38 locais analisados. Se comparados ao boletim divulgado na última semana, cinco pontos apresentaram melhora na qualidade da água e outros dois tornaram-se impróprios para banho – acrescendo três novos pontos próprios para banho.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

A melhora ocorreu em Matinhos (quatro locais) e Guaratuba (um). Em Matinhos, os pontos monitorados nos balneários Flórida, Flamingo e Riviera (Rua Paranavaí) e também na Praia Mansa de Caiobá (Rua Céu Azul) tornaram-se próprios para banho. Em Guaratuba, a melhora ocorreu no ponto situado em frente à Colônia de Férias dos Magistrados.

Continua depois da publicidade


Os pontos que se tornaram impróprios para banho são: 40 metros à esquerda do Morro, em Pontinha, na baía de Encantadas, na Ilha do Mel; e 120 metros à direita da Rua 29 de Abril, em Guaratuba.


A balneabilidade aponta a emissão de esgoto sanitário e presença de coliformes fecais nas águas da orla paranaense e qualifica os locais em próprios ou impróprios para banho. Quinze pontos, localizados próximos a esgotos, estão sendo considerados permanentemente impróprios.


Nesta situação estão o Rio Olho d’Água entre Ipanema e Shangri-lá, Rio Matinhos, Canal de Caiobá, Canal da Praia Mansa de Caiobá, rio e Canal da Prainha, Rio Brejatuba (Guaratuba), além de três canais nos balneários de Eliane e Nereidas. Na Ilha do Mel podemos incluir parte da baía de Encantadas.

Continua depois da publicidade


Na mesma situação estão os rios utilizados para balneabilidade nos municípios de Morretes e Antonina (Nhundiaquara, Marumbi, do Nunes) e na Baía de Antonina (Ponta da Pita) que apresentam concentrações elevadíssimas de esgotos.


O IAP alerta que tomar banho em água contaminada pode causar doenças como gastrenterite, infecções nos olhos, ouvidos e garganta, e doenças de pele. Doenças mais graves também podem ser transmitidas através da água, como hepatite A, cólera e febre tifóide.

Os resultados das análises serão divulgados todas as quartas-feiras até o dia 25 de fevereiro. A Secretaria do Meio Ambiente e o IAP também divulgam os boletins em seus portais nos endereços eletrônicos www.pr.gov.br/meioambiente ou www.pr.gov.br/iap.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade