28/02/20
32º/19ºLONDRINA
Fique atento!

Veja 5 infrações de moto que causam suspensão direta da CNH

Para muitos motociclistas há um consenso sobre a sensação de pilotar uma moto: a liberdade. No entanto, ao acumular e atingir o limite de 20 pontos com multas em um período de 12 meses, é inevitável a perda do direito de dirigir por suspensão. O que alguns não sabem é que existem diversas infrações em que o condutor da categoria A pode ter a sua CNH (Carteira Nacional de Habilitação) suspensa imediatamente - com apenas uma infração.

Marcelo Camargo/Agência Brasil
Marcelo Camargo/Agência Brasil


Para sanar algumas dúvidas, Claudia de Moraes, especialista em soluções para o trânsito e CEO da Younder, lista cinco infrações cometidas por motociclistas que podem causar suspensão direta da habilitação e o valor de suas multas.

Trafegar com a luz apagada - Não é incomum presenciar no trânsito uma moto com farol apagado, principalmente pelo fato de que muitas pessoas acreditam que essa é uma questão banal. Isso acontece com relativa frequência e entre os principais argumentos para a luz apagada estão o esquecimento do motociclista ou problemas técnicos. A multa para este tipo de transgressão é de R$ 293,47 e pode levar à cassação da CNH.

"Trata-se de uma infração que traz riscos ao trânsito, pois as motos trafegam de forma mais prática que os veículos maiores. Por andarem muito nos corredores, alguns motociclistas não têm a consciência de que as outras pessoas podem não enxergar suas aproximações. Com a luz apagada é muito mais difícil para motoristas ou pedestres terem tempo de reação nas vias", explica Claudia.

Carona de risco - Segundo o Artigo 244 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), conduzir motocicleta transportando criança menor de sete anos é infração gravíssima, com custo de R$ 293,47 e suspensão da CNH. Ainda sobre a infração, Claudia de Moraes ressalva um detalhe importante: "mesmo que as crianças transportadas tenham essa idade, ela não deve ser transportada na motocicleta se não tiver tamanho para firmar os pés nos pedais ou não tenha segurança suficiente para se manter na moto".

Além deste fator, transportar mais de uma pessoa na moto também constitui infração de carona de risco com o mesmo valor de multa e a possibilidade da suspensão da habilitação.

Fechar a circulação de vias - Seja parcialmente ou totalmente, fechar uma via de circulação com qualquer veículo de forma deliberada (o que inclui motos), é infração gravíssima e possibilita a suspensão da CNH. O valor da multa para quem comete este tipo de transgressão é bem salgado: R% 5.869,40.

"A única forma de fechar uma via é avisando à polícia com antecedência, por exemplo, em casos de manifestações ou eventos", alerta Claudia.

Malabarismos - Conduzir a moto fazendo manobras perigosas ou malabarismos - como empiná-la -, é tida como demonstração de habilidade para muitos motociclistas. No entanto, este ato pode gerar multa de R$ 293,47 (gravíssima) e suspensão da habilitação.

"O principal problema é que ao perder o equilíbrio, o motociclista pode causar diversos tipos de acidentes, seja para ele mesmo sob o risco de cair, atropelar pedestres ou colidir com outros veículos nas vias. Trata-se de uma atitude imprudente e o ideal é deixar para fazer malabarismos em eventos voltados a essas habilidades", sugere a especialista.

Dirigir sob efeito de álcool - Talvez não seja surpresa, mas nunca é demais reforçar. Pilotar qualquer tipo de veículo alcoolizado nas vias, inclusive motos, ou até mesmo recursar-se a fazer o teste de bafômetro é infração gravíssima, com punição de multa de R$ 2.934,70 e suspensão da CNH.

Segundo Claudia de Moraes, essa é uma das atitudes mais perigosas para o trânsito. "Este tipo de conduta tem avançado com o passar dos anos, e ainda é uma das principais causas de acidentes e mortes entre os envolvidos no trânsito. Se a intenção do motociclista é beber, o mais indicado é deixar a moto em casa. É importante frisar que não há um nível de tolerância, ou seja, basta um copo de cerveja para ser pego no teste", reforça.
Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
comentários
Continue lendo
Dúvidas

Conheça mitos e verdades sobre os motores flex

Veja mais e a capa do canal