Pesquisar

Canais

Serviços

- Reprodução/Pixabay
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Prevenção

Segurança: portão eletrônico é aliado contra a criminalidade

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
30 set 2019 às 08:53
Continua depois da publicidade

A falta de segurança é uma grande preocupação da população brasileira. Com o aumento da criminalidade, as pessoas estão se sentindo muito inseguras e com medo de assaltos, roubos e furtos.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

De acordo com dados divulgados esse ano pela Secretaria de Segurança Pública do Paraná, a capital Curitiba é a cidade do estado onde mais ocorrem roubos às residências. Somente no primeiro semestre deste ano, foram registrados 2.700 ocorrências de furtos e roubos na cidade paranaense. É importante dar destaque para os assaltos ocorridos durante a chegada e saída das casas, no momento da abertura e fechamento do portão, sendo essa uma brecha para que os indivíduos mal intencionados cometam estes crimes. Pensando nessa preocupação, a busca por portões elétricos têm aumentado cada vez mais no mercado.

Continua depois da publicidade


Embora seja grande o número de residências, condomínios e empresas que utilizam o portão eletrônico para comodidade e proteção, no momento de queda de energia, o seu motor para de funcionar, o que gera insegurança aos usuários.


Segundo dados da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), as interrupções elétricas foram motivo para cerca de 95% das reclamações dos consumidores atendidos pela Companhia Paranaense de Energia (Copel). Os dados da agência mostram que, se forem consideradas as quedas por unidade consumidora em todo o ano de 2018, o brasileiro ficou em média 12 horas sem energia.


E, como a queda de luz é muito comum em diversos bairros das cidades paranaenses, deixando os portões sem funcionamento, uma alternativa é a instalação de um nobreak, o que reforça a segurança mesmo durante uma interrupção elétrica.

Continua depois da publicidade


Segundo Lucy Mara Stoeterau, que mora no bairro Hauer, em Curitiba, a queda de energia é muito comum na região e ela relata a importância de ter o nobreak instalado no seu condomínio para o funcionamento normal dos portões. "Ter um equipamento assim, instalado no nosso condomínio melhora muito a segurança de todos os moradores, ainda mais aqui que, qualquer vento, a energia cai”, acrescenta.


Rafael Francisco Leme, proprietário do Grupo Leme, empresa de sistemas de segurança que é revendedor de nobreaks da NHS, empresa especializadas no equipamento, relata que a combinação do nobreak, juntamente com a bateria, ligado ao motor do portão, garante o funcionamento do equipamento mesmo que não haja energia.

Prevenção é o melhor caminho para a segurança - A ideia da prevenção é que mais motiva as pessoas a adquirirem nobreak para seus portões eletrônicos. O fato de terem que sair dos seus veículos ao entrar e sair de casa é a principal razão que leva a compra deste equipamento. "A maioria dos meus clientes são condomínios,” afirma Leme.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade