18/04/21
Sofisticação

Cubas esculpidas: saiba tudo sobre esse elemento escultural

Maura Mello
Maura Mello - Neste lavabo, a bancada com cuba esculpida é de mármore travertino romano estucado, acompanhando o mesmo material de piso e rodapé
Neste lavabo, a bancada com cuba esculpida é de mármore travertino romano estucado, acompanhando o mesmo material de piso e rodapé


Cada vez mais em alta nos projetos de banheiros e lavabos, a cuba esculpida, também conhecida como cuba escavada ou moldada, dá nome às pias elaboradas pelo próprio material da bancada com o intuito de levar um toque de sofisticação ao ambiente e esconder todo o escoamento de água. Criativo, esse recurso está cada vez mais presente nos projetos atuais para trazer aquele charme a mais ao espaço. Mas para não errar em cada detalhe, as arquitetas Paula Passos e Danielle Dantas, do escritório Dantas & Passos Arquitetura, reuniram cuidados que jamais podem ficar de fora do projeto.


"Adoramos sugerir as cubas esculpidas pela variedade de opções que podem ser feitas, além de cores e tamanhos que proporcionam exclusividade ao espaço, já que são pensadas caso a caso para cada cliente”, explica a arquiteta Paula Passos.

Benefícios
As cubas esculpidas são um sucesso e estão sendo extremamente usadas em projetos de lavabos, banheiros, principalmente. Mas quais são os seus benefícios? Para a arquiteta Danielle Dantas, como são esculpidas, elas não possuem regras de tamanhos pré-definidos, apenas exigem mão de obra especializada para a confecção e instalação. "É um recurso que permite infinitas possibilidades, recebendo diferentes materiais. O ralo e o escoamento de água ocultos contribuem para espaços com visual moderno e limpo, justamente pela cuba ser feita sob medida”, revela Danielle.

Materiais
Nem todas as pedras são recomendadas para uma cuba esculpida. Quanto menos porosa, mais indicada ela será. Mármores, quartzos, granitos, nanoglass, marmoglass e até porcelanatos são bem usados. De acordo com Paula Passos, o mármore em uma bancada com cuba esculpida oferece sempre muita sofisticação e variedade de cores e texturas. "É essencial impermeabilizar o mármore. Por ser um material natural, é um pouco mais poroso e possui um índice maior de absorção de água. Já pedras mais claras e naturais tendem a manchar, portanto, vale tomar cuidado na escolha”, diz.

Quanto ao granito, o preço é um pouco mais em conta que o mármore. Além de ser mais resistente e manchar menos, possui texturas pigmentadas e desenhos fortes para quem gosta de projetos ousados. Já as pedras artificiais, caso dos produtos à base de quartzos e resinas, possuem acabamentos mais uniformes, brilho e têm baixíssima absorção. "Essas opções artificiais são resistentes e proporcionam uma gama infinita de tons e texturas, que não são encontradas em alternativas naturais”, esclarece Danielle Dantas.

Um outro material que também é muito indicado para cubas é o porcelanato. Alguns contam com custos menores que as pedras sintéticas e são empregados em bancadas com cubas esculpidas, além de pisos e paredes, resultando em uniformidade visual, sem contar a vantagem de serem fáceis de limpar.

Maura Mello
Maura Mello - Neste apartamento, a bancada vai de uma ponta a outra do lavabo e a cuba esculpida não se encontra centralizada
Neste apartamento, a bancada vai de uma ponta a outra do lavabo e a cuba esculpida não se encontra centralizada


Erros mais comuns
Eles podem ser evitados no momento da concepção e instalação das cubas esculpidas. Para evitá-los, é importante ter um bom dimensionamento do tamanho da cuba, deixando-a proporcional à bancada. "Se for muito pequena em relação à bancada, ficará perdida, mas se for muito grande ela pode deixar o ambiente atravancado e desconfortável”, relata Paula Passos.

Outro erro muito comum é não calcular corretamente a altura e o volume de água da torneira que será usada e sua posição correta de instalação. "É necessário verificar o volume de água x tamanho da cuba para não espirrar água para fora. Desta forma, a torneira e sua furação devem ser pesquisadas em conjunto com o dimensionamento da cuba para que seja compatível”, indica.

Danielle Dantas também apontou alguns erros comuns. Segundo a profissional, se a cuba é pequena, convém não utilizar torneiras com uma bica alta e com ângulo de vazão aberto. Para evitar este e outros erros, jamais deixe de contratar um profissional que auxilie na elaboração da cuba ideal para o seu espaço.

Dicas de ouro

Segundo as arquitetas algumas dicas fazem a diferença! Caso a cuba esculpida seja inserida em um lavabo, considerado cartão de visita da casa, vale aproveitar a saia da bancada (peça vertical que fica abaixo do tampo) adicionando porta-toalhas, papeleira ou nicho. Caso a inserção seja em uma cozinha ou na varanda gourmet, as cubas esculpidas podem ser duplas e ter tampas removíveis. "Se você tem o costume de usar panelas maiores na cozinha, sua cuba pode até ter uma profundidade maior do que as cubas de inox do mercado, conforme sua real necessidade”, finaliza Paula Passos.
Redação Bonde com assessoria de imprensa
Continue lendo
Obras residenciais

Sem saber como limpar os vidros depois da obra? Confira três dicas

14 ABR 2021 às 14h51
Vai um cafézinho?

Dia Mundial do Café: como preparar um cantinho especial para a bebida

14 ABR 2021 às 14h47
Faça você mesmo!

Home Office: aprenda a fazer uma mesa portátil

13 ABR 2021 às 17h30
Confira!

Curso gratuito para o segmento imobiliário sobre impactos da LGPD

13 ABR 2021 às 15h25
Dicas

Saiba como usar o backsplash na cozinha

12 ABR 2021 às 17h00
Confira!

Dicas para melhorar a vida útil da máquina de lavar

12 ABR 2021 às 14h17
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados