Pesquisar

Canais

Serviços

iStock
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Valorize os ambientes

Saiba como a iluminação pode fazer diferença na decoração de uma casa

Redação Bonde com assessoria de imprensa
24 nov 2021 às 00:00
Continua depois da publicidade

Escolha certa de intensidade e temperatura pode trazer mais destaque para sua decoração e tornar ambiente mais agradável e aconchegante

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Mais do que trazer luz, a iluminação é um elemento crucial em um projeto em uma residência. Quando escolhida de forma correta, pode ajudar a destacar obras de arte, peças decorativas e revestimentos diferenciados. Ela é capaz de influenciar, inclusive, na forma como o ambiente será percebido pelos usuários, moradores ou visitas, porque pode dar o tom certo entre aconchego e funcionalidade.

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


Luzes amareladas, por exemplo, são bucólicas e remetem a uma sensação aconchegante. Assim, são mais indicadas para quartos e ambientes intimistas. Já as luzes brancas, por outro lado, trazem uma luminosidade mais limpa para recintos como banheiros e cozinhas, que requerem iluminação forte, direta e presente em grande parte do tempo. 


Projete antes 


Fazer um bom planejamento do espaço onde a iluminação será instalada, com a definição de localização das tomadas e dos pontos de luz, garante escolhas certas e evita futuras reformas desnecessárias. Durante o projeto do ambiente, é possível ainda fazer uma mescla de tipos diferentes de luminosidade e de acessórios em um mesmo espaço, conforme a necessidade.

Continua depois da publicidade


Uma sala de jantar integrada a uma sala de estar pode muito bem aceitar tipos diferentes de iluminação, o que ajuda a delimitar os espaços e as atividades. Ao mesmo tempo, uma luz mais quente e aconchegante na sala de jantar ajuda a evidenciar e deixar a comida mais apetitosa, por exemplo.


Crie destaques


É muito importante criar uma relação entre a luz e o ambiente, levando em conta a decoração e a mobília presentes no espaço. Uma iluminação bem planejada e posicionada pode destacar um móvel de madeira e torná-lo o centro das atenções daquele local. É claro que o contrário também é verdade: a luz pode dar pouca ênfase à decoração ou ter o efeito inverso em relação ao diálogo com o restante do ambiente.


Iluminação dedicada 


Depois de avaliado o local e a posição da luz, entra a vez da temperatura. Ambientes mais intimistas, como um quarto, pedem por uma iluminação mais indireta e mais “aquecida”, com luzes amarelas. Um tipo de luminosidade para quartos que está em alta é a direcionada para as paredes, o que permite que a luz se espalhe por igual, mas com menos intensidade. 


Uma cozinha, por outro lado, precisa de uma iluminação mais clara, com foco nas luzes brancas e com pontos direcionados exclusivamente para áreas como o balcão e a pia, onde a comida será manipulada.

Também não podem ficar de fora os acessórios de decoração, como lustres, abajures e luminárias. Atualmente, a gama de acessórios é imensa, com peças que variam entre uma “pegada” mais rústica de madeira até a mais moderna, que mescla vidro e metal em linhas finas e angulosas. 


Uma peça-chave que pode ser incorporada em qualquer ambiente é a luminária de LED, que, além de ser econômica, tem uma variedade de modelos que podem ser programados para mudar intensidade, temperatura e cor da iluminação. Dessa forma, essas lâmpadas podem ser aproveitadas em qualquer situação e ambiente.

Continue lendo