26/11/20
PUBLICIDADE
Conheça as vantagens

Areia de brita vem sendo tendência na construção civil

O tema da sustentabilidade está em alta em diversas áreas. Dos alimentos
à construção civil, o debate sobre a extração de produtos da natureza tem ganhado destaque. Afinal, se o ser humano não encontrar agora as alternativas para o que é necessário, o futuro pode ser marcado por uma escassez de diversos materiais e recursos não
renováveis.


Divulgação
Divulgação


A areia natural, que geralmente é extraída de rios, cavas, e outros
ambientes da natureza, também passa por esse problema. Mas a própria construção civil já tem encontrado uma solução: a areia de brita.


A partir de um britador cônico ou outros modelos, é possível substituir a extração
das reservas naturais, respeitando as restrições ambientais.


Benefícios da areia de brita

O benefício mais direto do uso da areia de brita é, sem dúvida,
a redução do impacto no meio ambiente. No entanto, as vantagens de seu uso não se restringem a isso. Há benefícios econômicos e tecnológicos também.


Afinal, ela pode ser processada a seco, o que reduz a dificuldade
de se encontrar o produto por via úmida. As pedreiras de onde são retiradas também estão normalmente mais próximas ao consumidor, diminuindo os custos com o transporte do material. Ou seja, ela pode ter um desempenho superior ao mesmo tempo que consegue se
tornar mais acessível para o mercado.


De acordo com dados divulgados pelo mercado, a areia que é consumida
em São Paulo é produzida a pelo menos 100 km da cidade. Ou seja, isso reflete principalmente no preço do produto, que chega a ter mais de 50% do seu valor devido ao frete.


Além disso, o transporte por caminhões também causa impactos ao
meio ambiente, graças à liberação de dióxido de carbono (CO2) da frota utilizada. Ao reduzir esse trajeto, há menos gases a serem liberados na atmosfera, tornando a obra mais sustentável.


Tendência mundial

O uso da areia de brita não se mostra uma solução apenas para o
mercado brasileiro. Em alguns outros países, como o Japão, a extração de areia na natureza é completamente proibida, obrigando as empresas a buscarem por outras alternativas.


Na Suécia, o governo encontrou solução ao diminuir os impostos sobre
esses produtos manufaturados, enquanto aumentou os impostos da versão natural, tornando mais atraente para os construtores a adoção do material manufaturado.


Em outros países, como Malásia e Cingapura, que possuem uma legislação
mais flexível a respeito da extração de areia natural, já é sentido o efeito da escassez e o impacto ambiental que isso traz para a biodiversidade.


A quarta maior hidrelétrica do mundo, a Usina de Belo Monte (Pará),

tem em seu projeto uma produção própria de areia. Com um britador em seu canteiro de obras, a areia que está sendo utilizada na construção da usina é produzida no mesmo local, gerando economia de água, energia e transporte.
Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Tire suas dúvidas!

Dicas para equipar a área molhada do banheiro

25 NOV 2020 às 14h47
Confira!

MON leva exposição de Vilanova Artigas a Ponta Grossa, num projeto de itinerância

24 NOV 2020 às 17h29
Acompanhe!

Quarto infantil: dicas de decoração para deixar o ambiente ainda mais acolhedor para as crianças

24 NOV 2020 às 14h35
Atentos...

Com a queda de novos imóveis, setor da construção monitora falta de materiais

23 NOV 2020 às 16h45
Mais de 600 mil views

Donas de casa fazem sucesso no Youtube com suas rotinas de limpeza

23 NOV 2020 às 16h00
Confira!

Arquiteta traz o 'Refúgio da Jovem Atriz' para a mostra digital Casa IT Home

20 NOV 2020 às 14h04
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados