20/09/20
°/°
PUBLICIDADE
Conheça as vantagens

Areia de brita vem sendo tendência na construção civil

O tema da sustentabilidade está em alta em diversas áreas. Dos alimentos
à construção civil, o debate sobre a extração de produtos da natureza tem ganhado destaque. Afinal, se o ser humano não encontrar agora as alternativas para o que é necessário, o futuro pode ser marcado por uma escassez de diversos materiais e recursos não
renováveis.


Divulgação
Divulgação


A areia natural, que geralmente é extraída de rios, cavas, e outros
ambientes da natureza, também passa por esse problema. Mas a própria construção civil já tem encontrado uma solução: a areia de brita.


A partir de um britador cônico ou outros modelos, é possível substituir a extração
das reservas naturais, respeitando as restrições ambientais.


Benefícios da areia de brita

O benefício mais direto do uso da areia de brita é, sem dúvida,
a redução do impacto no meio ambiente. No entanto, as vantagens de seu uso não se restringem a isso. Há benefícios econômicos e tecnológicos também.


Afinal, ela pode ser processada a seco, o que reduz a dificuldade
de se encontrar o produto por via úmida. As pedreiras de onde são retiradas também estão normalmente mais próximas ao consumidor, diminuindo os custos com o transporte do material. Ou seja, ela pode ter um desempenho superior ao mesmo tempo que consegue se
tornar mais acessível para o mercado.


De acordo com dados divulgados pelo mercado, a areia que é consumida
em São Paulo é produzida a pelo menos 100 km da cidade. Ou seja, isso reflete principalmente no preço do produto, que chega a ter mais de 50% do seu valor devido ao frete.


Além disso, o transporte por caminhões também causa impactos ao
meio ambiente, graças à liberação de dióxido de carbono (CO2) da frota utilizada. Ao reduzir esse trajeto, há menos gases a serem liberados na atmosfera, tornando a obra mais sustentável.


Tendência mundial

O uso da areia de brita não se mostra uma solução apenas para o
mercado brasileiro. Em alguns outros países, como o Japão, a extração de areia na natureza é completamente proibida, obrigando as empresas a buscarem por outras alternativas.


Na Suécia, o governo encontrou solução ao diminuir os impostos sobre
esses produtos manufaturados, enquanto aumentou os impostos da versão natural, tornando mais atraente para os construtores a adoção do material manufaturado.


Em outros países, como Malásia e Cingapura, que possuem uma legislação
mais flexível a respeito da extração de areia natural, já é sentido o efeito da escassez e o impacto ambiental que isso traz para a biodiversidade.


A quarta maior hidrelétrica do mundo, a Usina de Belo Monte (Pará),
tem em seu projeto uma produção própria de areia. Com um britador em seu canteiro de obras, a areia que está sendo utilizada na construção da usina é produzida no mesmo local, gerando economia de água, energia e transporte.
Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Chega!!!
Confira 5 receitas caseiras para acabar de vez com as baratas na sua casa
18 SET 2020 às 17h23
Veja quais são!
Conheça 4 regras importantes para a convivência em condomínios
18 SET 2020 às 16h54
Estação das flores
Comece a cultivar plantas em casa com estas dicas simples
18 SET 2020 às 14h47
Preços 60% abaixo do mercado
Venda de imóveis em leilões online no Paraná cresce 130% no primeiro semestre
17 SET 2020 às 17h06
Arquiteta ajuda
Adega para vinhos em casa: dicas para armazenar as garrafas corretamente
17 SET 2020 às 14h47
Boa dupla
Quadros e plantas: aprenda combiná-los lado a lado
16 SET 2020 às 17h24
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados