Pesquisar

Canais

Serviços

Alternativa ao tradicional

Versátil e estilosa, cama-sofá ganha espaço na sala e oferece conforto extra

- Divulgação/Gustavo Xavier
Redação Bonde
29 mar 2016 às 10:34
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

No melhor estilo bom, bonito e barato, as camas-sofá estão sendo cada vez mais usadas não só em quartos, mas também em um dos ambientes mais requintados da casa: a sala de estar. O sofá é um dos primeiros móveis que vem a mente quando se pensa em decorar a sala. É também um dos itens mais caros e menos inovador da decoração, mantendo seu design quase que intacto desde a antiguidade.

Continua depois da publicidade

Em ambientes grandes, os sofás devem seguir algumas proporções, o que eleva o custo dessa decoração. Como forma de amenizar isso e também sair do tradicional formato dos sofás, o arquiteto Júnior Piacesi tem levado para esse requintado espaço a cama-sofá. "É muito comum ver camas-sofá em quartos. Em salas, as pessoas ainda tem receio de usar. Mas em meus projetos eu tenho conseguido mostrar que esse recurso pode ser usado de forma a garantir o conforto dos usuários, de seus visitantes e ainda manter o requinte que uma sala exige", explica o arquiteto.



No 'Estar Aberto', ambiente assinado pelo arquiteto para a mostra Morar Mais, Júnior inseriu um sofá de oito metros que se transforma em camas para os convidados."Quatro colchões de solteiro foram dispostos em cima de um tablado feito de MDF pintado preto. As milhares de almofadas fazem as vezes de encosto desse sofá dando um toque descontraído ao móvel. Na hora de virar cama, basta tirá-las e estender um lençol", explica Piacesi. A funcionalidade desta ideia é tamanha que o arquiteto o fez em sua própria casa, inserindo em sua cobertura um sofá em seu home theater que se transforma em três camas de solteiro.


A dica para trabalhar este recurso é utilizar materiais práticos e confortáveis. "Usar um material confortável e fácil de lavar, que possa ser jogado na máquina. E como será utilizado para estar e para dormir, usar cores não muito claras. Usar um material que tenha um toque gostoso, que não seja de sofá mesmo, mas pensando também na leveza da hora de dormir, como um acetinado. E que também seja durável, claro", arremata o profissional.​

Divulgação/Jomar Bragança
Divulgação/Jomar Bragança - Nesse home o recurso cama-sofá também foi usado sem, no entanto, quebrar a sofisticação do espaço.
Nesse home o recurso cama-sofá também foi usado sem, no entanto, quebrar a sofisticação do espaço.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade