Pesquisar

Canais

Serviços

- Divulgação
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Estreia nesta quinta-feira

Comédia argentina é destaque no Cine Com-Tour

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
31 ago 2016 às 16:50
Continua depois da publicidade

A Casa de Cultura - Cine Com-Tour UEL recebe a comédia "O Crítico" (2014) a partir desta quinta-feira (01). A história se desenrola em torno de um crítico de cinema mal-humorado que acredita que o melhor das telonas ficou no passado, além de odiar comédias românticas. Porém, ele vê sua vida transformada após conhecer a nova vizinha.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Com direção de Hernán Guerschuny, o longa foi consideravelmente aclamado pela crítica Simone Zuccolotto, do jornal 'O Globo'. "De ranzinza a melífluo, a vida de Téllez ganha slows, fogos de artifício, beijos melosos, corridas na chuva e clipes musicais recheados de violinos quando conhece Sofia (Dolores Fonzi), uma mocinha típica dessas histórias. A partir daí, a câmera na mão dá lugar a planos estáveis, indicando que o cotidiano do ex-rabugento entrou nos eixos, contra sua vontade. É com propriedade que o diretor Hernán Guerschuny (que há duas décadas dirige a revista 'Haciendo Cine', exitosa publicação portenha) estreia com 'O crítico'. O argentino dá rasteira nos clichês das comédias românticas e 'tira sarro' da crítica especializada".

Continua depois da publicidade

O longa será exibido nas sessões das 16h e às 20h30, todos os dias da semana. Têm direito à meia-entrada estudantes, professores de rede pública, aposentados e servidores da UEL. Os ingressos custam R$ 12,00 (inteira) e R$ 6,00 (meia).

Confira sinopse e trailer

Víctor Tellez (Rafael Spregelburd) é um crítico de cinema exigente e prestigiado que odeia comédias românticas e acredita que o melhor da sétima arte está no passado. Amargo e mal-humorado, ele procura um apartamento e conhece Sofía (Dolores Fonzi), bela e com gostos opostos aos seus. Tellez tenta, mas não consegue evitar que sua vida se transforme a partir de então em um romance clichê.




Continue lendo